Alimentação infantil: veja 5 erros comuns cometidos pelos pais

Alimentação infantil: veja 5 erros comuns cometidos pelos pais

Convencer as crianças a comer nem sempre é uma tarefa fácil. Às vezes as mães passam bastante tempo cozinhando uma refeição gostosa com todo o carinho, mas na hora das refeições, a criança não coopera nem come direito. Porém, conhecer os benefícios de manter uma boa alimentação infantil é fundamental para o desenvolvimento dos pequenos.

Nesses momentos, os pais usam várias artimanhas para convencer os pequenos a limpar o prato. Embora essas técnicas possam funcionar, elas não são muito efetivas. Afinal, a medida que seu filho cresce, ele já não cede mais aos estímulos.

Neste post, vamos falar de alguns erros comuns que os pais cometem sem perceber na expectativa de convencer os seus filhos a comerem direito. Confira!

1. Pressionar as crianças a comer mais

É comum que os pais achem que a criança deve comer tudo o que está no prato. Mas, como os adultos, os pequenos comem até se sentirem saciados, então não há necessidade de pressionar a criança a comer.

Claro que se ela não come nada, você não deve deixá-la com fome, mas não precisa forçar a barra. Se a criança aprende desde cedo a comer sem apetite, ela pode vir a adotar hábitos alimentares ruins, como comer em excesso. Além disso, ingerir alimentos à força faz com que ela perca o prazer em fazer suas refeições.

2. Oferecer sobremesa como recompensa

Oferecer sorvete, balas, chocolate e outras guloseimas como incentivo para a criança comer é muito comum. Mas isso pode ser ruim, pois o pequenino pode entender que o prato é uma coisa negativa e que a sobremesa é melhor. Se seu filho não quer comer, não o incentive dessa forma. Também não o prive de algum tipo de docinho como castigo por não comer direito.

3. Camuflar e dar nomes a verduras e legumes

A maioria das crianças não gosta de verduras e legumes, então os pais costumam dar apelidos para os vegetais ou camuflá-los na comida. Enquanto seu filho ainda é pequeno, essa técnica pode funcionar, mas conforme ele vai crescendo, a tática perde efeito porque ele aprende a identificar a comida.

O melhor a fazer é conversar com ele sobre os benefícios de comer vegetais. Mas nada de histórias mirabolantes, apenas diga os benefícios de uma boa alimentação.

Leia também:
– Alimentos industrializados: um risco para a saúde infantil
– Obesidade infantil: veja os perigos da doença e saiba como prevenir
– Saúde bucal: como cuidar dos dentes da criança do jeito certo?

4. Fazer as refeições assistindo à TV

Esse é um hábito muito comum entre as famílias brasileiras. No entanto, comer em frente à televisão atrapalha muito na hora das refeições, pois as crianças ficam distraídas e completamente abduzidas diante da TV. Assim, elas demoram muito para terminar, quando não perdem o apetite, o que prejudica uma boa alimentação infantil.

Para incentivar seu filho a manter uma boa alimentação na infância, durante as refeições, coloque uma mesa e reúna toda a família. Além de manter a televisão desligada, mantenha longe outros eletrônicos como celulares e tablets. Ensine à criança que a hora da refeição é uma hora sagrada que deve ser respeitada por todos.

5. Alimentação infantil rica em açúcar e produtos embutidos

Muitos pais não regulam a alimentação dos filhos e oferecem sucos de caixinha, doces, refrigerantes e alimentos embutidos ao longo da semana. Crianças muito pequenas não devem ter acesso livre a esses tipos de alimentos. Quanto mais você evitar esse tipo de comida na vida de seu filho, melhor.

Claro que você não precisa privar totalmente seu filho dos doces. No entanto, é preciso estabelecer um dia para que eles possam comer balas e tomar sorvete como nos finais de semana, por exemplo. Já os embutidos também devem ser evitados ao longo da semana. Se a criança estiver começando agora a comer a papinha, não incentive-a se alimentar de embutidos desde cedo.

Este conteúdo foi útil para você? Manter uma boa alimentação é fundamental para a saúde da criança. Aliada a outros hábitos como a atividade física, por exemplo, a prática pode melhorar o desenvolvimento infantil. Descubra como incentivar as crianças a fazerem exercícios físicos e colabore para o crescimento do seu filho.

Leave A Reply