Santa Entrega: 3212.8000
Por que a amamentação é fundamental para a saúde do bebê?
Saúde do bebê

Por que a amamentação é fundamental para a saúde do bebê?

Os primeiros meses de vida de um bebê são marcados pelo forte contato que a mãe tem com o seu filho. Afinal, carregar uma pessoa tão pequena pela primeira vez para a amamentação é uma experiência que muda a vida da mulher para sempre.

A confiança que existe nessa relação de carinho e amor é importante demais. Além de gerar felicidade, o ato de amamentar também proporciona saúde.

Isso porque o leite materno é essencial para evitar doenças e fortalecer o desenvolvimento da criança.

Nesta matéria, vamos mostrar para você por que a amamentação faz bem para o seu filho. O objetivo é destacar os principais benefícios dessa prática. Podemos começar?

Ajuda o intestino

Uma das maiores vantagens do leite materno frente ao leite de caixinha, por exemplo, é que o leite do peito contém substâncias que já faziam parte do bebê ainda na fase da gravidez.

As enzimas presentes no leite da mãe são tão poderosas que podem fazer com que a criança fique quase 10 dias sem evacuar completamente.

Isso significa que boa parte das substâncias desse leite é aproveitada pelo organismo do bebê, diferente dos produtos que encontramos nos supermercados que podem causar, inclusive, alergias intestinais e gerar anemia por falta de ferro.

Diminui os riscos de alergia

Falando no assunto, a amamentação é importante também para fortalecer o organismo do bebê contra problemas crônicos que podem surgir ainda nos primeiros dias de vida.

De acordo com um estudo publicado na Europa, crianças que são alimentadas por, pelo menos, seis meses com leite materno correm menos riscos de desenvolver sintomas de asma na infância como é o caso do catarro no peito.

Outros estudos apontam ainda que o leite da mãe é fundamental para combater problemas nos pulmões e o surgimento de doenças como a dermatite, a rinite, a sinusite e o amigdalite.

Combate a anemia

O leite do peito possui concentrações muito altas de ferro. Ou seja, nos primeiros meses, o bebê tem tudo o que precisa para crescer forte.

Em comparação com o leite da vaca, que possui ferro também, mas em quantidades menores, o bebê precisaria de um suplemento para manter a qualidade da alimentação.

O ferro é um dos elementos mais importantes contra a anemia ferropriva. Além disso, ele também faz bem para a saúde do coração e aumenta a imunidade contra agentes infecciosos.

Com o tempo, é possível reforçar essa alimentação com sopinhas de carne que possuem nutrientes diluídos no cozimento.

Desenvolve os dentes

Amamentar pode fazer com que os dentes do seu filho nasçam mais fortes e no encaixe correto.

Ainda que em quantidades menores, o leite materno possui cálcio, elemento que é muito importante para o fortalecimento dos ossos do bebê que, a essa altura, ainda são muito frágeis.

O esforço que a criança faz para sugar o leite do peito contribui para o desenvolvimento do crânio e da musculatura da rosto. Isso impacta não só na posição correta dos dentes, como nós já explicamos, como também na capacidade do bebê de respirar, falar e mastigar.

O que achou do conteúdo? Ficamos felizes por ter chegado até aqui. Isso mostra que você se preocupa de verdade com a saúde do seu filho.

Mas agora que você já sabe por que amamentação é importante, que tal ler o nosso material exclusivo e gratuito sobre anemia e leucemia?

Nele, nós mostramos:

– O que é a anemia e como ela pode afetar o seu corpo;

– O que é a leucemia e os tipos da doença;

– As melhores formas de prevenção e os tratamentos mais indicados;

– Os exames mais importantes para diagnosticar problemas de saúde.
Para ler o conteúdo completo e de graça, basta clicar aqui.

Post a Comment

© Copyright 2018 | Todos os direitos reservados | Vanguarda Comunicação