Camisinha: veja as 5 dúvidas mais frequentes sobre o contraceptivo

Camisinha: veja as 5 dúvidas mais frequentes sobre o contraceptivo

O uso da camisinha é essencial para prevenir muitas situações não desejadas. Entre elas está a gravidez e a possibilidade de contrair as temidas Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Ou seja, usar preservativo durante as relações sexuais é um ato de responsabilidade!

Infelizmente, muita gente ainda tem inúmeras perguntas sobre esse assunto que por vezes é tratado como um tabu na sociedade. Para esclarecer as principais dúvidas, neste post, nós vamos responder aos 5 questionamentos mais frequentes sobre o uso da camisinha. É melhor você ficar atento às próximas linhas, afinal, com saúde não se brinca, ?

1. Existe um jeito certo para colocar a camisinha?

Com certeza! No caso do preservativo masculino, o ideal é segurar o produto pela ponta e tirar o ar acumulado nele. Em seguida, ainda segurando uma das pontas da camisinha, é hora de desenrolar o material por todo o pênis para deixá-lo pronto para o uso.

Para colocar o preservativo feminino corretamente, comece segurando a argola menor com o polegar e o indicador. Depois, aperte a argola e a introduza na vagina. Agora é só inserir a o círculo menor para dentro, com cuidado. Não se esqueça que a argola maior precisa ficar fora da vagina. Assim, a proteção é mais eficiente.

2. O que eu devo observar ao comprar o preservativo?

Foi na farmácia e ficou confuso com a quantidade de marcas nas prateleiras? Bem, a primeira coisa que você precisa fazer é abandonar a timidez e ficar atento às informações importantes sobre o produto. O tamanho, o volume de lubrificação e os detalhes relacionados a aromas e sabores da camisinha farão toda a diferença na hora H.


Leia também:

Como utilizar a pílula do dia seguinte?

5 fatos incríveis sobre o ciclo menstrual


3. Como saber se a camisinha furou?

A maneira mais eficiente de saber se isso aconteceu é retirar o preservativo e enchê-lo com água ou ar, por exemplo. Assim, dá para ter certeza se o produto está furado. No caso da camisinha masculina, é possível que algumas vezes o homem consiga sentir diferença durante a relação, devido à textura do sêmen e do lubrificante.

4. Quais são as diferenças entre a camisinha masculina e a feminina?

As duas são bastante eficazes nas suas funções e o tipo de material usado na produção de ambas (látex) não é muito diferente. No entanto, a camisinha masculina costuma ser mais grossa em relação à feminina, que é bem fininha. Nos casos de alergia à camisinha masculina, o preservativo feminino pode ser uma opção viável para as garotas.

Banner para o infográfico do HIV à AIDS

5. A camisinha realmente é eficiente?

Na verdade, a camisinha é um dos métodos contraceptivos mais confiáveis atualmente. No entanto, é preciso que ela seja utilizada sempre (inclusive durante o sexo oral e anal). Só para você ter uma ideia, os preservativos podem oferecer até 99% de segurança para os usuários. É importante lembrar que colocar e retirar o produto do jeito certo também contribui para a eficiência dele.
Que bom que você chegou até o final deste texto. Aqui, você viu que o uso da camisinha é muito importante para evitar as DSTs. Nós sabemos que conhecimento nunca é demais, por isso, fizemos um post sobre as diferenças entre Aids e HIV para que você se proteja da melhor maneira.

Deixe uma resposta