Causas da anemia: como a doença atrapalha a sua rotina e o trabalho?

Causas da anemia: como a doença atrapalha a sua rotina e o trabalho?

Quando estamos doentes, é comprovado que o nosso estado emocional também é afetado. No caso da anemia, caso ela esteja em um nível profundo, é provável que ocorram consequências psicológicas que passem a alterar a nossa rotina. Por isso, é preciso cuidar desse problema para que ele não prejudique cada vez mais o dia a dia.

Continue lendo e veja as causas da anemia e os diferentes tipos que a doença possui e como ela pode afetar sua vida.

Leia também:
– 10 dicas para viver melhor
– 10 dicas para uma alimentação saudável

Como surge a anemia? 

Anemia é um termo usado para falar de variações na produção e disponibilidade de glóbulos vermelhos (também conhecidos como hemácias) levando a uma baixa concentração de hemoglobina no sangue. Essa é uma das alterações mais conhecidas pela população, que pode reconhecer alguns sinais do problema por meio da palidez, fraqueza, falta de ânimo e cansaço.

Há diferentes tipos de anemia e diagnosticar corretamente qual é a sua fonte é muito importante para que seja feito o tratamento mais indicado para o caso. Por isso, caso você tenha os sintomas, é preciso buscar ajuda médica. Um tratamento inadequado pode agravar o problema.

Quais os tipos de anemia?

Seja qual for o tipo de anemia, precisa de um tratamento adequado. Veja alguns tipos de anemia:

1. Anemias macrocíticas – são aquelas em que as hemácias apresentam um tamanho maior do que o normal. E esse tipo pode ser a megaloblástica: onde os glóbulos vermelhos ficam em um tamanho anormal e os glóbulos brancos e as plaquetas diminuem.

A perniciosa: é do tipo megaloblástica que ocorre quando é ingerido vitamina B12, mas o corpo não absorve.

Fanconi é a anemia genética com os glóbulos vermelhos de tamanho anormal e a diminuição de plaquetas e glóbulos brancos.

2. Anemias microcíticas – são aquelas que os glóbulos vermelhos apresentam tamanho menor que o normal. Como a ferropriva: um dos tipos mais normais da doença e que é causado pelos baixo consumo de alimentos com ferro, mas ela pode surgir também após uma hemorragia ou menstruação severa.

Talassemia: esse tipo é causado por fatores genéticos que afetam o processo de hemoglobina, causando fadiga e enfraquecimento do sistema imunológico.

3. Anemias normocíticas – são aquelas em que os glóbulos vermelhos apresentam-se de tamanho normal, ou próximo do que é considerado normal. A Anemia hemolítica: produz anticorpos que destroem as células sanguíneas e é mais comum em mulheres.

O tipo falciforme: é uma anemia genética que são causadas pela destruição das células vermelhas do sangue. Já a aplástica: é autoimune onde a medula óssea diminui a produção de células sanguínea.

Como a pode afetar sua vida?

A anemia é uma condição que afeta a capacidade de transporte de oxigênio e pode ser falta de vitamina e ferro, por exemplo. Por isso ela pode afetar muitas áreas de quem possui a doença.

Quando a doença já está em um estágio grave até realizar uma tarefa simples que normalmente a pessoa faria se torna quase impossível. A anemia faz com que o coração tente compensar a falta de oxigênio bombeando mais sangue para o corpo, podendo gerar outros problemas como a insuficiência cardíaca.

Falta de energia 

Esse é um dos principais sintomas quando temos anemia. A perda de energia vai muito além do que desejar ficar na cama em um dia de chuva. É não ter ânimo para fazer qualquer atividade física. Além disso, os sintomas da anemia fazem com que as pessoas sintam mais dificuldades para realizar as tarefas do dia a dia.

Dentre os sinais que podem confirmar que você está sofrendo de anemia estão a(s):

  • Palidez na pele e mucosas;
  • Cansaço;
  • Sonolência;
  • Fadiga;
  • Perda de memória;
  • Tonturas;
  • Falta de ar ou respiração acelerada;
  • Taquicardia e palpitação;
  • Queda de pressão arterial.

Uma técnica muito conhecida e que várias pessoas usam para diagnosticar a anemia no organismo, é olhar a parte interna inferior dos olhos. Caso esteja muito branca, significa que você pode estar anêmico. É claro que essa comprovação não é nada científica, mas pode ser útil para descobrir e tratar rapidamente o problema.

Existem também várias consequências por sofrer de anemia. Destacam-se:

  • Os transtornos neurológicos (alterações da visão ou dores de cabeça);
  • Vertigens;
  • Insônia;
  • Ciclo menstrual irregular.

O lado emocional pode ser afetado pelos sintomas da anemia

Ser diagnosticado com anemia não afeta somente o lado físico, pois o emocional também sente os males. Como nos falta energia, começamos a não ter motivação o suficiente para levantar da cama e enfrentar os desafios, e isso acaba afetando o lado psicológico, pois passamos a nos sentir incapazes ou inúteis.

As atividades que você gosta de fazer, agora você leva o dobro de tempo para pensar se vai conseguir executar aquilo ou não. E “recarregar as baterias” passou a ser um grande peso e obrigação para você.

Anemia no trabalho

Como sabemos que a anemia pode afetar a nossa energia e disposição, é claro que o rendimento no trabalho pode cair bastante. A anemia pode fazer você se irritar mais facilmente e não ter foco nas coisas que devem ser feitas. A partir daí, você começa a ter problemas com a comunicação no serviço. Se você começa a esquecer facilmente de palavras ou como fazer alguma tarefa chegou o momento de prestar mais atenção a sua saúde, principalmente, se estiver com anemia.

Sintomas da anemia na vida pessoal 

Se sentir mal no trabalho por conta da anemia não quer dizer que em casa vai ser diferente. Na maioria dos casos, aumenta a vontade de não fazer nada e ficar apenas deitado na cama, o que acaba acarretando em problemas familiares. Todas as atividades de casa parecem ser um peso para as costas, e você acaba perdendo toda o desejo de fazer algo. Caso você tenha uma pessoa com esse tipo de sintoma na família, é importante orientar que ela procure um médico que possa indicar exames para que descubra o que está acontecendo com seu organismo. Por isso, não devemos ignorar nada que apareça e prejudique o desempenho de nosso corpo.

Assuntos relacionados:
– Como desenvolver um equilíbrio mental eficiente
– Afinal, o que é qualidade de vida?

Cuidados básicos

Falamos de como a anemia pode afetar a vida de uma pessoa de várias maneiras, então para que você evite que isso aconteça, chegou a hora de seguir algumas dicas básicas para melhorar a confiança e a saúde do seu corpo.

  1. A melhor maneira de se prevenir da anemia é criando o hábito de comer carne, ovos e derivados do leite, além de vegetais verde-escuros, que são ricos em ferro;
  2. Em jejum, a absorção do ferro é melhor. Também os alimentos os alimentos com vitamina C (laranja, agrião, pimentão, etc.) são absorvidos com melhor eficiência pelo organismo, em jejum;
  3. Atenção idosos: a anemia é mais perigosa na população com idade maior que 60 anos e deve ser cuidadosamente tratada;
  4. Tome banho de sol constantemente;
  5. Exame médico: para dar fim à anemia, não basta se alimentar bem. Por isso, é preciso consultar um clínico. O médico poderá receitar medicamentos com ácido fólico e ferro, além da dieta. Com o exame de sangue, ele pode dizer qual suplemento de minerais e vitaminas corrigirá o problema. Lembre-se que a sua saúde e bem estar, estão acima de tudo, portanto, siga as nossas dicas e aproveite tudo de melhor ao seu redor.

A anemia pode afetar muitos momentos da sua vida, previna-se. Faça consultas regularmente com um médico. Gostou deste conteúdo? Temos um blog post sobre os riscos da automedicação que pode interessar você. Confira!

Leave A Reply