Santa Entrega: 3212.8000
Você sabe como identificar um medicamento falso?
Drogaria

Você sabe como identificar um medicamento falso?

Onde você costuma comprar os remédios que precisa? A resposta para esta pergunta pode acender um alerta. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 10% dos medicamentos vendidos em países de baixa e média renda como o Brasil, são de baixa qualidade ou falsificados. A imitação pode ter diversos graus, da mais rudimentar a mais sofisticada.

Por isso, é necessário ter atenção e cuidado. Saber identificar um medicamento falso pode prevenir riscos à saúde e à vida, e o que era para ser a cura pode virar um verdadeiro pesadelo. Nesta matéria, nós, da Santo Remédio, vamos mostrar como reconhecer um produto ilegítimo. Confira!

Observe a tarja e o lacre do medicamento

Os medicamentos originais possuem uma pequena tarja em uma das laterais. Ao entrar em contato com o metal, uma moeda ou chave, por exemplo, revela a palavra “qualidade” ou sinônimos, e a logomarca da empresa. Eles também possuem um pequeno lacre com palavras em português, que indica a inviolabilidade da embalagem.

Se você comprou um remédio, é importante estar atento a esses quesitos. Os falsificados, na maioria das vezes, apresentam erros ortográficos e de concordância.


Confira também:

Saiba como a imunidade baixa prejudica a saúde dos idosos

O que são os hepatoprotetores e como eles podem ajudar você?


Atenção para as informações da embalagem

Os fármacos autênticos apresentam informações muito completas, tanto na embalagem quanto na bula. Atenção para elas:

  • Número do SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor;
  • Número de lote na cartela interna e na caixinha;
  • Nome, endereço CNPJ do detentor de registro no Brasil;
  • Nome do fabricante e local de fabricação;
  • Data de fabricação e validade (no mínimo mês e ano);
  • Siga (MS) do Ministério da Saúde (o registro inicia-se com o número 1 e possui treze dígitos;
  • Instruções de cuidados na conservação e outros.

O preço muito baixo pode ser um sinal

É verdade que os preços baixos atraem muitas pessoas. Mas no caso de um medicamento, que precisa ser usado para tratamento de saúde, é importante ter atenção redobrada. Preços muito baixos podem ser uma pista de que o produto pode ser falsificado. Por isso, desconfie quando quando o preço do produto estiver abaixo do que você está acostumado a comprar.

Analise a composição das substâncias

É claro que nem sempre temos um conhecimento adequado sobre composições químicas. No entanto, os remédios autênticos regulamentados pelos órgãos fiscalizadores da indústria farmacêutica possuem detalhes sobre os princípios ativos. Essas informações estão presentes na bula e nas embalagens.

Quando não houver qualquer indicação sobre a composição, é um motivo para desconfiar da procedência.

Preste atenção no local de comercialização

Embora os medicamentos sejam normalmente procurados nas farmácias e drogarias, é comum o comércio desses produtos em lanchonetes, restaurantes, bancas de rua, postos de combustíveis, sites de venda e outros. O indicado é sempre buscar por estabelecimentos regulamentados e de boa referência.

Uma informação importante!

Algumas pessoas acabam confundindo medicamentos genéricos e similares com falsificados. Os genéricos possuem os mesmos princípios ativos que os de referência, também passam pelo controle da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. São regulamentados e possuem segurança atestada, portanto não há qualquer restrição ao usá-los.  

Este conteúdo foi útil para você? Agora que você já sabe como identificar os medicamentos falsos, é importante verificar todas as informações antes de fazer o uso. O importante mesmo é prevenir doenças e não precisar usar remédios, concorda? Então é hora de adotar hábitos mais saudáveis e ganhar imunidade. Leia também: Saúde é prioridade: como começar o novo ano com o pé direito.

Post a Comment

© Copyright 2018 | Todos os direitos reservados | Vanguarda Comunicação