Doenças transmissíveis: 5 hábitos que previnem o problema

De uma coisa nós podemos ter certeza, as doenças transmissíveis (DT) são uma realidade. Nem sempre se trata de uma gripe simples. Esse tipo de enfermidade pode até levar à morte.

As formas de contaminação são muitas e se engana quem pensa que o sexo sem prevenção é o único meio de transmissão de uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST), por exemplo. Nesta matéria, você vai descobrir que alguns hábitos do cotidiano podem impedir que complicações mais sérias afetem o seu organismo. 

1. Mantenha as mãos limpas

Você já pensou na quantidade de objetos compartilhados que você toca todos os dias? Seja para se segurar em uma barra de ferro no transporte coletivo, seja para compartilhar coisas no trabalho, até em uma festa, as suas mãos estão expostas a diversas bactérias. Hepatite A, rotavírus, varicela (catapora) e escabiose (sarna) são algumas das doenças transmissíveis que mãos mal higienizadas podem passar adiante.

Portanto, tenha o hábito de lavá-las quando for necessário, mesmo que você pense que não esteja suja. Se a ocasião não permitir que você se dirija até um lavabo, então tá na hora de colocar um álcool em gel na bolsa. Essa opção é bastante prática, uma recomendação é que você escolha os produtos com 70% de concentração alcóolica para que bactérias e vírus sejam combatidos de maneira eficiente.

Leia também:
– Quais são as DSTs mais comuns e como se prevenir da forma correta
– Saúde em primeiro lugar: conheça as doenças que podem ser evitadas pela imunização
– 5 práticas simples e saudáveis para uma saúde de ferro

2. Use preservativo

A lista de ISTs é enorme e, em um momento tão íntimo, a prevenção nunca foi tão importante. Preservativos não custam caro (em alguns lugares são disponibilizados gratuitamente como os postos de saúde) e fazem a diferença na sua proteção na hora do sexo. Não troque uma vida saudável por alguns momentos de prazer devido à falta de consciência. Uma das consequência do sexo irresponsável são as doenças transmissíveis.

3. Mantenha o ambiente livre de doenças transmissíveis

O ar também propicia a proliferação das doenças transmissíveis. Ao compartilhar o mesmo ambiente com pessoas contaminadas, bactérias, fungos e vírus se proliferam no local. Os espirros, a tosse e o contato com o suor de alguém infectado, pode deixar você doente.

Tuberculose, meningite, pneumonia e sarampo são doenças perigosas. Mantenha o ambiente limpo e aberto. Use produtos desinfetantes e pense na possibilidade de usar uma máscara descartável para se proteger.

4. Visite regularmente um dentista

Apesar do nome, infecções sexualmente transmissíveis também podem ser passadas pelo beijo e pela prática do sexo oral. Nesse último caso, o vírus do papiloma humano (HPV), o herpes genital e a gonorreia podem pôr a sua saúde em risco.

Por isso, mantenha o seu tratamento odontológico e a sua higiene bucal em dia, afinal, se você tem um ferimento ou qualquer tipo de infecção na boca, pode ser contaminado. Sífilis, HIV e HPV são apenas algumas das muitas complicações que podem ser passadas por via oral.

5. Cuide da saúde do seu animal de estimação

Criar um bichinho é maravilhoso e proporciona alegria para a nossa vida, concorda? Mas precisamos confessar que, se você não tem tempo disponível para cuidar ou dinheiro suficiente para manter todas os medicamentos necessários para a saúde do animal, é melhor nem experimentar.

Gatos e cachorros, comumente, são criados dentro de casa. Quem nunca brincou com um deles em cima da cama? O problema é que esses animais podem transmitir micoses, verminoses e até raiva para os humanos! Logo, não dá para permitir que as doenças transmissíveis se espalhem.

Por isso, leve o seu pet constantemente ao veterinário e veja como vai a saúde dele, para não afetar a sua e a das pessoas com quem você mora. Lembre-se de ter cuidado com os passeios e evite que ele tenha contato com cachorros doentes ou não vacinados.

Este conteúdo ajudou você? Como você deve saber, as doenças transmissíveis representam um risco para a saúde. Inclusive, as ISTs podem causar consequências bem desagradáveis. O vírus HIV é um dos mais perigosos e para que você fique bem informado sobre o assunto, nós criamos um material exclusivo.

Clique no botão abaixo e acesse o conteúdo gratuitamente.

Leave A Reply