Mantenha a sua saúde mental

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a sua comunidade.

Estima-se que em cada 100 pessoas 30 sofram, ou venham a sofrer, num ou noutro momento da vida, de problemas de saúde mental e que cerca de 12 tenham uma doença mental grave.

A depressão é a doença mental mais frequente, sendo uma causa importante de incapacidade.

Em cada 100 pessoas, aproximadamente, 1 sofre de esquizofrenia.

Ao longo da vida, todos nós podemos ser afetados por problemas de saúde mental, de maior ou menor gravidade.

Algumas fases, como a entrada na escola, a adolescência, a menopausa e o envelhecimento, ou acontecimentos e dificuldades, tais como a perda de familiar próximo, o divórcio, o desemprego, a reforma e a pobreza podem ser causa de perturbações da saúde mental.

Fatores genéticos, infecciosos ou traumáticos podem também estar na origem de doenças mentais graves.

As pessoas afetadas por problemas de saúde mental são muitas vezes incompreendidas, estigmatizadas, excluídas ou marginalizadas, devido a falsos conceitos, que importa esclarecer e desmistificar, tais como: as doenças mentais são fruto da imaginação, as doenças mentais não têm cura, as pessoas com problemas mentais são pouco inteligentes, preguiçosas, imprevisíveis ou perigosas, todas essas afirmações são mitos.

O tratamento deverá ser sempre procurado, uma vez que a recuperação é tanto mais eficaz quanto precoce for o tratamento.

Mesmo nas doenças mais graves é possível controlar e reduzir os sintomas e, através de medidas de reabilitação,

Os indivíduos afetados por problemas de saúde mental são cidadãos de pleno direito. Não deverão ser excluídos do resto da sociedade, mas antes apoiados no sentido da sua plena integração na família, na escola, nos locais de trabalho e na comunidade.

A escola deverá promover a integração das crianças com este tipo de perturbações no ensino regular.

Deverão ser criadas mais oportunidades no mundo do trabalho para as pessoas portadoras de doença mental.

O envolvimento das famílias nos cuidados e na reabilitação destas pessoas é reconhecido como fator chave no sucesso do tratamento.

Existem algumas atitudes que Para manter uma boa saúde mental:

– Não se isole

– Reforce os laços familiares e de amizade

– Diversifique os seus interesses

– Mantenha-se intelectual e fisicamente ativo

– Consulte o seu médico, perante sinais ou sintomas de perturbação emocional

Evite a irritação, raiva e mágoa. Esses sentimentos levam hormônios para sua corrente circulatória e prejudicam sua saúde e boa perspectiva de vida.

Controle seus pensamentos ruins não permitindo que eles controlem você.  Viva bem por não odiar as pessoas, porque isso é melhor para você, é melhor para sua saúde.

Apesar de não ser considerado doença, o estresse pode favorecer o aparecimento de doenças psico-fisiológicas e, por isso, precisa ser observado e controlado. O estresse também é fator de risco para os problemas do coração.

Cuide da sua saúde física e mental, siga nossas dicas mas não esqueça de procurar viver da maneira que lhe fará feliz.