É melhor não exagerar: Como o álcool afeta a saúde do corpo?

efeitos-alcool-organismo

O álcool é normalmente ligado à cultura da sociabilidade. São em momentos de celebração que diversas pessoas têm seu primeiro contato com a droga. Sim, droga. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) droga é qualquer substância que, introduzida no organismo, interfere seu funcionamento. Por isso, o álcool no corpo pode apresentar perigos que você nem imagina!

A bebida alcoólica afeta muitas funções que vão além das conhecidas popularmente, como o fígado e o estômago. A Santo Remédio, prezando, primeiramente, pela saúde dos nossos leitores, traz essa matéria para alertar sobre os efeitos do álcool no corpo. Que tal conferir?  

A trajetória do álcool no corpo

efeitos-alcool-corpo
Não há nada que você possa fazer para acelerar esse processo de metabolização do álcool

Assim que o álcool entra pela boca, ele rapidamente é absorvido pelo estômago e duodeno, caindo na circulação sanguínea. Então, quando em contato com o fígado, a bebida alcoólica é parcialmente metabolizada. Isso significa que o organismo busca formas de se livrar do álcool, destruindo suas moléculas e expelindo partes delas pela urina ou suor.

A outra parte que sobrou da metabolização inicial começa a exercer sua ação por todo o organismo. São necessárias várias passagens pelo fígado para que o álcool no organismo seja destruído totalmente. Por isso, é mito afirmar que glicose ou café aceleram o processo do álcool e facilitam sua eliminação. Assim, para metabolizar um copo de vinho, o fígado leva uma hora e não há nada que possa acelerar esse processo.

Primeiro efeito é cerebral

O primeiro efeito que o álcool ingerido causa é no cérebro. E não tem como discordar. As primeiras sensações estão ligadas ao torpor e ao relaxamento, não é mesmo? As doses baixas são muito agradáveis para o cérebro, mas o exagero pode levar ao coma alcoólico, algo raro, mas não impossível de acontecer.

A primeira ação química do álcool é no controle de ansiedade cerebral, o sistema GABA. É por isso que a pessoa se sente mais sociável e relaxada para falar com outras pessoas. Todavia, é melhor tomar cuidado! A bebida alcoólica afeta o cérebro como um todo, e, dependendo da pessoa, pode trazer à tona efeitos como a sonolência, tristeza ou a agressividade.

Não deixe de ler:

O que os homens precisam fazer para cuidar da saúde?

5 práticas simples e saudáveis para uma saúde de ferro

Efeitos no sistema gastrointestinal

 problemas-gastrointestinal-alcool-corpo.
O álcool irrita as mucosas do esôfago e estômago podendo desenvolver gastrite

A bebida alcoólica ainda causa problemas no fígado, estômago e intestino delgado. O álcool irrita as mucosas do esôfago e estômago e altera as membranas do intestino, o que acaba prejudicando sua absorção no organismo. Em consequência, o corpo pode desenvolver gastrite, esofagite e diarreia.

Além de que, a ingestão em excesso de álcool, pode levar a problemas no fígado como inflamação crônica, hepatite alcoólica e cirrose.  O pâncreas também pode ser bastante afetado. O órgão, responsável pela fabricação de insulina e enzimas digestivas, pode ter inflamações que podem evoluir para pancreatite.

Fique atento aos outros órgãos

O coração também pode ser afetado pela quantidade de álcool ingerida. O excesso pode levar a inflamação do seu músculo, a chamada cardiomiopatia, muito comum em usuários de álcool. Arritmias e, consequentemente, paradas cardíacas também podem ser resultados da ingestão abusiva de bebida alcoólica.

Baixe GRATUITAMENTE o nosso guia:

Coração: descubra as doenças mais comuns e saiba como preveni-las do jeito certo

E quem diria que os olhos também podem ser afetados? O uso exagerado do álcool leva deficiência da vitamina B1 e do Zinco podendo produzir neurite óptica, aumentando o risco de cegueira.

Os órgãos sexuais são outros elementos que podem ter desgaste. O álcool provoca a divisão rápida de células reprodutivas, resultando no aumento dos níveis de acidez e afetando a fertilidade.

Como já citado, o álcool é uma forma muito comum de socializar e pode ser acompanhado de momentos festivos e inesquecíveis com a família e amigos. Só não se esqueça: nada em excesso faz bem! Beba moderadamente e em hipótese alguma tente dirigir alcoolizado.

Este conteúdo foi útil para você? Nós, da Santo Remédio, nos preocupamos com a sua qualidade de vida. Por isso, oferecemos conteúdos que podem ajudar no seu bem-estar. Leia também Descubra os sinais que mostram que a sua saúde não está bem

Deixe uma resposta