Não tome antibióticos antes de ler esta matéria!

tomando-remedio

Os antibióticos estão mais presentes na nossa vida do que você pode imaginar. No tratamento de uma dor de garganta, rinite, sinusite, infecções e problemas urinários, lá estão eles! Como você pode perceber, o grande uso deste medicamento e o fato de muitos médicos o receitarem comprova a eficácia dele. Porém, eles precisam ser ingeridos com MUITO cuidado para não terem um efeito negativo no seu organismo. Agora, dá uma olhada em alguns pontos sobre os antibióticos que você precisa ficar atento.

Para que servem os antibióticos?

medicamento
Os antibióticos servem para tratar infecções e doenças causadas por bactérias específicas.

São substâncias que podem inibir o crescimento e destruir bactérias. Consequentemente, o antibiótico é indicado para o tratamento de infecções. Os antibióticos mais usados são o ciprofloxacino, a amoxilina, a cefalexina, a tetraciclina e a ampicilina. Cada um destes antibióticos pode ser indicado para tratar infecções e doenças causadas por bactérias específicas.

Por que eu não devo tomá-los por muito tempo?

Se você tomar antibióticos por muito mais tempo do que o recomendado na sua receita médica, corre o risco de sofrer uma mudança no equilíbrio da microbiata, bactérias naturais do organismo que ajudam a protegê-lo.

As superdosagens de antibióticos ou o uso deles da maneira incorreta pode acarretar na eliminação destas bactérias “boas”, fazendo com que outros tipos micro-organismos apareçam e se desenvolvam.

Você também pode gostar de ler:
5 orientações para tomar o medicamento corretamente
Analgésicos em excesso: como eles podem afetar a sua saúde?

Superbactérias: um risco para o organismo

antibioticos
Antibióticos devem ser administrados corretamente para não haver riscos para a saúde.

O uso irresponsável dos antibióticos ainda pode trazer mais um perigo: o crescimento de superbactérias. Elas possuem genes de resistência a este tipo de medicamento e, quando aparecem, diminuem as opções médicas de combatê-las. Mas calma, não necessariamente uma superbactéria significa um perigo letal, mas sim uma dificuldade maior em encontrar um tratamento eficaz.

Mito ou verdade: antibióticos cortam o efeito de anticoncepcionais

Fato! Mas fique tranquilo, NEM TODOS eles têm este efeito colateral. Alguns antibióticos específicos podem diminuir a eficácia da pílula anticoncepcional porque eles cortam boa parte dos hormônios presentes nela. Não dá para arriscar, né? Por isso, é sempre bom conversar com o seu médico sobre a melhor opção para você e nunca deixar de consultar a bula do medicamento.

Antibióticos e bebidas alcoólicas são uma combinação perigosa

Misturar antibióticos com álcool nunca é uma boa ideia. Esta prática pode trazer muitos efeitos colaterais e trazer danos para o fígado. Além disso, a combinação pode cortar o efeito do medicamento.

Não tome antibióticos por conta própria!

Como você viu, é preciso que os antibióticos sejam receitados por um médico para serem adquiridos em qualquer drogaria. A importância de seguir a recomendação do profissional e NÃO se automedicar tem a ver com a rapidez e eficiência do tratamento, além de poder causar sérias consequências para a sua saúde. Confira os 5 piores riscos de tomar medicamento sem orientação.

Gostou do conteúdo? O farmacêutico é o profissional que pode ajudar bastante dando as orientações corretas quanto ao uso dos antibióticos. Clique aqui e veja o que um farmacêutico pode fazer para melhorar a sua saúde.

Deixe uma resposta