Santa Entrega: 3212.8000
Cuidados com a pele

Câncer de pele: saiba como se prevenir

Sendo um dos tipos mais comuns na população, o câncer de pele representa cerca de 25% dos casos de câncer. Um dos fatores que podem ser responsáveis pelo surgimento da doença é a localização geográfica do país, na zona tropical, ou seja, de maior incidência de raios solares durante boa parte do ano. Por causa disso, é importante a população se prevenir contra a doença adotando medidas simples no dia a dia.

Pensando nisso, nós, da Drogaria Santo Remédio, vamos dar algumas dicas de prevenção. Afinal de contas, quando falamos de saúde, todo cuidado é pouco.

Mas, antes de tudo, é importante explicar um pouco mais sobre a doença, fatores de risco e vulnerabilidade. Vamos lá?

O que é o câncer de pele?

É caracterizado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Logo, praticamente qualquer parte do corpo pode manifestar a enfermidade. Eles podem ser classificados em melanoma ou não melanoma. O primeiro é o mais perigoso, pois pode invadir outros órgãos do corpo levando até a morte. O segundo é de maior incidência, porém menos agressivo e as chances de cura são maiores.

Tipos: os cânceres são separados de acordo com a região onde surgem

  • Carcinoma basocelular: representa 70% dos casos de câncer de pele e sua principal característica é a multiplicação desordenada das células. São mais comuns no rosto e pescoço. Ele forma tumores que, se retirados cedo, têm muitas chances de cura.  
  • Carcinoma espinocelular: cresce nas áreas mais expostas ao sol, mas na parte subcutânea da pele, podendo dar origem à metástase. Podem ocorrer nas membranas mucosas e genitais. São mais comuns em pessoas do sexo masculino.

Quais os fatores de risco da doença?

  • Exposição solar: pessoas que desde cedo se expuseram ao sol têm chances maiores de desenvolver o câncer. Isso porque os raios solares provocam queimaduras que agridem a pele, causando um efeito cumulativo, podendo manifestar suas consequências mais tarde.
  • Características da pele: em pessoas de pele clara, olhos e cabelos claros, ou com muitas pintas e manchas são muito mais propensas a adquirirem o câncer. Uma pele que sempre se queima mas não se bronzeiam quando expostas aos raios ultravioletas, também é mais suscetível.
  • Idade e sexo: o câncer de pele acomete preferencialmente pessoas a partir dos 50 anos de idade. Uma vez que quanto mais tempo de vida, mais se expuseram ao sol. O homens são as maiores vítimas.
  • Imunidade baixa: pessoas que já fizeram transplante de órgãos,  que têm leucemia, linfomas, que tomam medicamentos que enfraquecem o sistema imunológico, por exemplo, têm mais chance de serem acometidas pelo câncer de pele.
  • Histórico pessoal: quem já tratou um processo cancerígeno de qualquer outro tipo ou já passou por tratamentos semelhantes estão mais propensas a manifestar a doença. Em casos assim, o câncer é chamado de recidiva.
  • Histórico familiar: o câncer de pele é mais comum em pessoas que possuem antecedentes da doença. Em situações como essa, principalmente quando associados a outros fatores de risco, o rastreamento com o dermatologista deve ser mais intenso.

Não deixe de ler:
Autoexame da mama: como fazer e por que é tão importante?
Quais sintomas podem indicar doenças no coração?

Como prevenir o câncer de pele?

A maioria dos casos podem ser evitados tomando cuidados simples no dia a dia. Aqui listamos quais hábitos ajudam a prevenir o surgimento desse mal na sua vida. Veja:

  • Atenção para o uso do protetor solar: é importante usar um protetor solar de acordo com o seu tipo de pele. Se você ainda não sabe como escolher o produto certo, leia nossa matéria sobre 5 dicas importantes para usar o protetor solar corretamente.
  • Proteja seu corpo: além do uso obrigatório de filtros solares, use chapéus, camisas e jaquetas de tecido grosso. Assim, o seu corpo fica menos exposto.
  • Evitar exposição ao sol: ainda que você utilize o filtro solar da forma correta, é recomendável que você evite se expor ao sol de forma prolongada.
  • Atenção para os horários de maior incidência de raios solares. Entre 10h da manhã e 16h da tarde, a intensidade dos raios alcançam o seu pico. Evite exposição nesse período.
  • Prefira lugares de sombra: ao realizar alguma atividade externa, prefira locais com sombra.

banner-saude-coracao

Quais sinais indicam perigo?

Manchas com bordas irregulares na pele, crescimento ou surgimentos de sinais no corpo, aparecimento de coceiras e feridas que nunca saram podem acender um alerta para o tipo mais comum da doença. Eles podem causar desconforto ou se manifestar como alergias. O melanoma é o tipo de câncer mais perigoso, por isso, é importante se prevenir.

Realize exames periódicos

Tão fundamental quanto seguir as dicas anteriores, é importante procurar um médico dermatologista. Ele é o profissional especializado em tratar doenças de pele. Além de orientar você, ele pode fazer um diagnóstico precoce dos dois tipos da doença bem como iniciar o tratamento, aumentando as chances de cura.

Este conteúdo foi útil para você? Nós, da Santo Remédio, nos preocupamos com a sua saúde e bem-estar. Por isso, oferecemos conteúdos que podem ajudar a ter mais qualidade de vida. Leia também como é feito o tratamento para o câncer de pele?

Post a Comment

© Copyright 2018 | Todos os direitos reservados | Vanguarda Comunicação