Santa Entrega: 3212.8000
Fraldas infantis: veja o que você precisa saber sobre elas
Saúde do bebê

Fraldas infantis: veja o que você precisa saber sobre elas

Cuidar da saúde e bem-estar de uma criança envolve muitos passos importantes que fazem toda a diferença na vida dela. Após o nascimento do bebê, é normal que os pais se preocupem bastante com a amamentação ou com o que cada tipo de choro significa. Mas existe um outro detalhe que também precisa de muita atenção: as fraldas infantis.

Como o bebê ainda não tem controle na hora de fazer as suas necessidades, as fraldas ajudam a conter esses resíduos. Por isso, é tão importante ficar atento não só para a escolha do produto ideal, como também, para o cuidado na hora de trocar a fralda.

Se ela for muito apertada, por exemplo, ainda pode causar assaduras e alergias no bebê. Ou o contrário, se ela for maior do que o necessário, os resíduos podem vazar e o seu filho ficar todo sujo.


Vale a pena ler esta matéria:

Fumar durante a gravidez: quais são os riscos para o bebê?


Dicas para comprar as fraldas infantis perfeitas para o seu filho

Para não errar na escolha desses produtos, é preciso levar em conta dois fatores: a qualidade da fralda para evitar problemas de saúde no bebê; e (só a partir daí) a quantidade para não deixar faltar nos momentos de emergência.  

Dessa forma, é fundamental priorizar:

1. O conforto – então a dica aqui é procurar o tamanho certo do produto para não prejudicar os movimentos do seu filho e ficar alerta para a textura do material porque a pele do bebê é muito fina.

2. A segurança e a capacidade de absorção – que você encontra nos modelos com barras laterais reforçadas e nas fraldas com componentes atóxicos (que evitam assaduras).

3. O tipo mais adequado – principalmente se o seu filho ainda é recém-nascido, pois ele vai precisar de fraldas mais suaves, com mais capacidade de absorção e um recorte frontal para não machucar o umbigo em fase de cicatrização.

Saiba como trocar fraldas do jeito certo

Não tem muito segredo para fazer isso. Para os papais e mamães de primeira viagem, trocar fraldas pode parecer uma tarefa um tanto quanto complicada, mas basta manter a calma e seguir as nossas dicas para dominar essa arte.

Antes de começar o nosso passo a passo, é sempre importante limpar as mãos para não contaminar o bebê. Tudo pronto?

São três etapas:

1. Retire a fralda suja do bebê

Aqui, você vai basicamente deitar o seu filho em cima de uma toalha limpa (pode ser sobre a cama ou um fraldeiro) para tirar a roupinha dele da cintura para baixo.

Depois, você vai abrir a fralda que está suja e levantar o bebê pelos tornozelos. Após isso, em um movimento único de cima para baixo, você vai usar uma parte da fralda suja para retirar o máximo de cocô que puder.

Agora, é dobrar essa fralda e descartá-la no lixo.  

2. Limpe a região íntima da criança

Com o uso de compressas molhadas em água morna, você vai limpar o bebê de cima para baixo. Esse cuidado pode variar de acordo com o sexo da criança.

Por exemplo, em meninas, o mais indicado é que os pais comecem limpando cada lado da virilha, para depois seguir em direção à vagina e ao ânus.

Já em meninos, os pais também devem começar com as virilhas , porém eles vão seguir em direção ao pênis, aos testículos e, por fim, ao ânus. E ainda precisamos destacar que nunca se deve puxar o prepúcio para trás porque esse movimento pode causar fissuras na criança.

Compressas usadas, a recomendação é jogá-las no lixo para evitar que as partes limpas do bebê fiquem sujas de novo. Agora, basta secar a criança e prepará-la para o nosso último passo.

3. Coloque uma fralda limpa nele

Estenda uma fralda limpa e seca em cima de uma cama ou de um fraldeiro e deite a criança em cima do produto. Não se esqueça de passar um creme próprio para assaduras para prevenir coceiras e vermelhidão.

Feche a fralda com as fitas adesivas em ambos os lados, deixando o produto abaixo do coto umbilical para não prejudicar a cicatrização.

Vista a roupinha em seguida e lave as mãos novamente. Agora, é só se preparar para dar um abraço no seu bebê porque ele está bem limpinho.

Gostou do conteúdo? Então sabe do que você vai gostar mais? Do nosso infográfico que mostra as piores doenças causadas pela obesidade, um mal que pode afetar você e até mesmo o seu filho.

Nele, você vai:

Saber quais hábitos mais prejudicam a sua saúde;

Aprender como calcular o seu IMC (Índice de Massa Corporal);

Descobrir o que fazer para se prevenir contra o problema;

E tem mais. Por isso, baixe logo o seu material. Clique aqui ou na imagem abaixo para receber o seu infográfico.

Post a Comment

© Copyright 2018 | Todos os direitos reservados | Vanguarda Comunicação