Descubra por que o uso do celular deve ser evitado pelas crianças

Descubra por que o uso do celular deve ser evitado pelas crianças

As crianças estão tendo acesso mais cedo às novas tecnologias, pois a ferramenta oferece diversas funções que as divertem. O celular é o aparelho mais utilizado pelos menores, no qual substituem os brinquedos adequados para idade.

Essa situação é bastante comum nos dias atuais. Por isso, é importante que os pais estejam atentos e saibam como lidar com essa condição para, futuramente, seus filhos não sofram consequências.

Então, nós, da Santo Remédio, vamos explicar por que é necessário evitar o uso do telefone celular pelas crianças. Confira!

Leia também:
Alimentação e amamentação: veja os principais mitos e verdades
Saúde da criança: por que respeitar o calendário de vacinação?

 

Afeta a saúde física da criança

É necessário sempre cuidar da saúde, principalmente quando está relacionada às crianças. O uso de aparelhos celulares interferem na vida saudável, pois o celular pode gerar um comportamento sedentário, no qual futuramente vai provocar obesidade e causar doenças cardiovasculares ou diabetes.

Além disso, é indicado que os adultos evitem ficar usando os dispositivos próximo das crianças, para não incentivá-las. Mas quando for o caso, desligue o celular e interaja mais com os seus filhos.

Por esses motivos, é recomendável que os pais limitem os aparelhos eletrônicos na infância ou controlar o período de uso do celular. O indicado, é que a criança fique no máximo duas horas ao dia utilizando o aparelho, pois assim, é possível que o tempo livre seja aproveitado para praticar esportes ou participar de brincadeiras mais saudáveis.

 

Danos causados por uso excessivo de celular

O uso excessivo do celular pode causar diversas consequências durante os anos. Crianças que utilizam o aparelho de forma inadequada, estão mais propensas a adquirirem alguma dificuldade na rotina, os mais comuns são:

  • Falta de sono ou atenção;
  • Enfraquecimento da memória; 
  • Redução da capacidade de perceber e corrigir erros;
  • Diminuição da produtividade.

Comparado aos adultos os danos são maiores nas crianças, pois seu sistema nervoso está em formação. Na fase inicial de aprendizagem, os pequenos estão desenvolvendo todos os sentidos do corpo, eles precisam ouvir, falar, sentir, cheirar, e o aparelho celular só estimula o visual.

Além disso, quanto maior for o tempo na frente do celular ou qualquer tipo de aparelho eletrônico, maiores serão as consequências sonolências, ou seja, a famosa insônia. A hora de dormir será muito mais difícil do que o normal, podendo gerar ansiedade ou depressão.

 

Prejuízo no desenvolvimento social da criança

O convívio social também é afetado pelo mau uso dos celulares. O desenvolvimento social só pode progredir durante alguma interação entre amigos, familiares ou com os pais. A criança aprende observando o comportamento, imitando gesto e mantendo relações amigáveis com outras pessoas.

Tudo isso, não pode ser feito na frente de uma tela de celular ou tablet. Essas interações estão ligadas à socialização e contribuem bastante no processo do desenvolvimento social da criança e o crescimento saudável de cada uma.

O mau uso do celular prejudica no estímulo das habilidades básicas, afetando na aprendizagem. A capacidade de comunicação e empatia pode diminuir ao longo do processo, no qual dificulta todo desenvolvimento da criança.

A tecnologia não é vilã nesse processo, ela traz grandes benefícios. No entanto, é importante saber usá-la de forma adequada para não causar consequências graves no futuro.

Por isso, evite que seus filhos usem excessivamente qualquer aparelho eletrônico, principalmente antes dos três anos de idade, e, em hipótese alguma, não substitua experiências com pessoas pelos dispositivos.

Gostou dessa matéria? Esperamos que sim! Você pode encontrar outros conteúdos relevantes e com informações importantes para ter uma qualidade de vida saudável. Então, confira nosso material sobre Distúrbios da fala: como identificar os sinais de atraso no desenvolvimento do seu filho.