Abscessos na pele: aprenda como limpar o pus corretamente

os abscessos na pele são tumores, aprenda a limpar o pus corretamente
Compartilhe:

Sabe quando uma saliência começa a surgir na pele? No início é quase imperceptível. É macia ao toque, mas vai crescendo, ficando vermelha, quente e dolorida. Também chamada de abscessos na pele, este problema de pele chama a atenção, causando desconforto físico e visual também.

Entenda mais sobre os abscessos na pele com a leitura do artigo de hoje. Vamos começar?

Você pode se interessar por:

– Pele hidratada: como cuidar do seu corpo para mantê-lo bonito

– Doenças de pele: conheça as mais comuns e saiba como se prevenir 

*Atenção: procure um dermatologista para tratar este e quaisquer outros problemas na pele.

Entenda os abscessos cutâneos

Talvez você pense de cara nos furúnculos. Eles também são classificados como abscessos na pele, mas eles não são os únicos. Os carbúnculos e até a foliculite se enquadram na condição. Agora se você ainda não entendeu o que são essas coisas, nós vamos te explicar cada um deles.

Em termos simples, os abscessos, em geral, são cistos formados por pus e outros resíduos de atividades do corpo humano. Eles podem ser de diversos tamanhos e aparecer em diferentes locais. Os lugares mais comuns são axilas, nádegas, ao redor do ânus, virilha e até na gengiva. 

Os furúnculos podem ser desenvolvidos depois de entrar em contato com pus proveniente de outros furúnculos, ou pelo ar, sendo que a imunidade da pessoa pode facilitar ou não o contágio.

Os carbúnculos cutâneos são caroços vermelho-marrom causada por uma bactéria, Bacillus anthracis, ao entrar em contato com a pele. E a foliculite, por sua vez, é uma infecção pequena, geralmente onde nascem os pelos, causando ou sendo causada pelo encravamento dos pelos.

Eles aparecem como resultado da defesa imunológica do organismo a algum processo inflamatório. 

Os abscessos na pele não passam despercebidos. Os sintomas, além da aparição do cisto, vêm acompanhados de dor pulsante, vermelhidão em cima e ao redor e febre em alguns casos.

Eles podem ou não vazar o pus acumulado, e quando isso acontece é perigoso pois pode desencadear outros processos inflamatórios no organismo.

Quando são superficiais, eles podem ser drenados de forma espontânea, sempre para o lado de fora da pele. Quando profundos, podem afetar órgãos ou tecidos internos.

Todo e qualquer abscesso deve receber avaliação médica. Jamais deve ser manipulado com objetos pontiagudos potencialmente contaminados, como agulhas, lâminas ou pinças. 

Leia também:

– 5 tratamentos caseiros para a pele que podem ter o efeito contrário

Como tratar e prevenir os abscessos na pele

O tratamento consiste na drenagem cirúrgica do abscesso, com anestesia local depois de avaliar o tamanho dele. Após o procedimento, deve ser feito um curativo e trocado conforme a orientação do médico. 

Compressas quentes e medicamentos específicos ajudam o organismo a absorver ou mesmo a drenar o conteúdo de dentro do abscesso.  

Quanto aos medicamentos, o uso de antibióticos pode ser necessário, para combater os agentes infecciosos. Casos graves pedem internação hospitalar, pois o excesso de pus, se entrar na corrente sanguínea, pode causar septicemia e complicar os órgãos.

Como limpar o pus

  • Tirar o excesso de pus com soro fisiológico;
  • Lavar o local com água e sabão neutro;
  • Aplicar a pomada antibiótica, de acordo com a orientação médica;
  • Cobrir o local com faixa ou gaze limpas.

É importante investigar a causa dos abscessos na pele, e tratá-la, para que eles não apareçam novamente.

Dicas para prevenir 

  • Higienizar bem as mãos;
  • Não compartilhar toalhas;
  • Não compartilhar utensílios como tesouras e pinças;
  • Higiene máxima ao fazer a barba ou se depilar com lâminas;
  • Não espremer acne e foliculite.

Gostou do nosso conteúdo? No artigo você viu que os abscessos na pele podem ser extremamente dolorosos e a secreção pode ser potencialmente perigosa à saúde dos órgãos. A avaliação e o tratamento devem sempre receber a orientação de um médico.

Temos este e outros conteúdos aqui em nosso blog e também no nosso canal no Youtube relacionados aos cuidados com a pele em nosso blog. Confira:

– Como o uso do protetor solar pode evitar o desenvolvimento de câncer de pele?

– Como evitar a descamação da pele no verão? Aprenda nesta matéria!

– Cuidados com a pele dos idosos: conheça 5 dicas

Compartilhar