Estes 7 alimentos para emagrecer vão surpreender você

Estes 7 alimentos para emagrecer vão surpreender você

Que atire a primeira pedra quem nunca quis perder aqueles quilinhos para uma festa em especial, por exemplo. Para alguns, o desafio representa mais do que estética, pois a saúde vem em primeiro lugar. Infelizmente, muitas pessoas arriscam a própria vida em busca do corpo ideal. Descubra nesta matéria quais são os principais alimentos para emagrecer que podem ajudar você a vencer a luta contra o sobrepeso de forma simples, prática e benéfica.

Devido à correria do dia a dia, nós entendemos que nem sempre dá para ingerir as melhores comidas por aí, né? O problema é que o resultado desse hábito pode ser uma decepção. Para piorar, a vontade de emagrecer a qualquer custo não é nada benéfica. Mas você sabia que atitudes comuns como saber escolher os alimentos certos na hora das compras é fundamental para que os seus planos não pesem na balança?

Leia também:
– 5 dicas incríveis para alcançar o peso ideal do jeito certo
– Como começar uma reeducação alimentar sem sofrimento?
– Por que tomar refrigerante faz tão mal à saúde? Leia e descubra!

Para uma verdadeira mudança de vida sem prejuízos, conheça agora:

Os alimentos 7 cruciais para emagrecer

1. Aveia

Dentre as opções que destacamos aqui, a aveia é uma das mais acessíveis de se encontrar. Cereal rico em fibras, possui vantagens valiosas como o prolongamento da sensação de saciedade, o melhoramento do funcionamento intestinal e a diminuição do LDL, o famoso colesterol ruim.

Além disso, por proporcionar uma digestão lenta, as pessoas que querem secar um pouquinho vão adorar ficar com a boca fechada por mais tempo. Um ponto positivo para a aveia é que ela é um dos vários alimentos que podem ser ingerido com frutas e vitaminas. Prático, ?

2. Legumes

As crianças fazem até cara feia para eles, mas você que está louco(a) para perder peso não pode deixar de pôr essas belezinhas no seu prato. Isso porque vegetais como acelga, alface e aspargo, e verduras e legumes como cenoura e beterraba são alimentos importantes para emagrecer de forma saudável. Por conta da falta de gorduras e da abundância em fibras, a fome é regulada e o intestino funciona corretamente de forma tranquila, tranquila.

Anote também no checklist do supermercado, alimentos como amendoim e ervilhas. O motivo está relacionado à quantidade positiva de proteínas, o que contribui para que o corpo queime calorias. Aminoácidos que aumentam os carboidratos mantêm também os níveis de açúcar para repor as energias.

3. Pimenta

A pimenta vermelha é um ótimo alimento para emagrecer.

Quer ter aquela cinturinha? Então conte com a pimenta (vermelha, preferencialmente) para isso! O motivo tem um nome desconhecido por grande parte da população: Capsaicina. Pode ficar tranquilo porque os benefícios valem a pena.

Esse composto químico acelera o metabolismo, o que, consequentemente, elimina um número maior de calorias (aproximadamente 50 extras ao dia!) e gorduras. Se consumido de maneira certa e com precaução, o alimento ainda estimula a circulação sanguínea e favorece o transporte do oxigênio.

3. Chia 

Para quem não sabe muito bem o que é a chia, ela é uma planta herbácea originária do México. Sua importância está relacionada à presença de fibras, ácidos graxos e proteínas. A saciedade é um dos primeiros proveitos, visto que é equilibrada graças às sementes que, ao absorverem água, transformam-se numa espécie de gel capaz de propiciar uma dilatação do estômago.

Resultado? Um menor consumo de alimentos. A formação de gordura localizada é reduzida ou dificultada em virtude da diminuição da glicemia no organismo, ou seja, picos de insulina zero e glicose liberada lentamente. Excesso de peso passa longe!

4. Gengibre

Repleto de agentes terapêuticos, essa raiz tuberosa tem ação bactericida e aperfeiçoa o desempenho dos sistemas digestivo, respiratório e circulatório. Em relação à perda de peso, o gengibre não fica para trás, já que aumenta o gasto calórico ao longo do processo de metabolismo. Em resumo, ele é um ótimo alimento para emagrecer!

As substâncias encontradas no alimento elevam a temperatura e aceleram a queima de calorias em mais de 10%. Uma alternativa para incluir o gengibre na sua dieta é apostar na farinha produzida a partir  de fatias bem finas, no chá e nas cápsulas disponibilizadas em farmácias de manipulação e drogarias.

5. Nozes e sementes 

Não dá para ter modéstia ao falar do tanto de coisas boas que a ingestão diária de nozes e castanhas pode acarretar. A redução do mau colesterol e os triglicérides são só algumas. A existência de gorduras monoinsaturadas contribui para uma moderação em relação à taxa de açúcar no sangue.

Ricas em proteína, potássio, fósforo e vitaminas do completo B, o combate ao envelhecimento complementa as vantagens. A perda de peso e de gordurinhas localizadas na barriga é possível com o auxílio dos ácidos graxos. A dica é consumir as oleaginosas antes das refeições para que o corpo faça a digestão vagarosamente, em outras palavras, você se sente satisfeito por mais tempo.

6. Água

Você deve estar se perguntando: água, um alimento? Sim, com toda a certeza! Quando nos referimos a esse líquido tão precioso para a nossa saúde, queremos dizer que ele serve de substância para os seres vivos realizarem as suas funções vitais. Não tem segredo nenhum!

Beber água ajuda na saciedade, minimiza os desejos (impulsivos!) por lanches rápidos, proporciona energia, tudo a um custo zero de calorias. A digestão ainda é facilitada e a tonificação muscular fica mais viável. Fique atento para a quantidade exata por dia porque nem todo mundo precisa ingerir dois litros. Na verdade, o cálculo é feito baseado na multiplicação de 35ml pelo seu peso corporal. Logo, uma pessoa com 45kg teria de tomar 1,5l.

Algumas dicas importantes

– Comer devagar: agora que você já sabe quais são os alimentos para emagrecer, deguste cada um deles. Comer devagar melhora a sensação de saciedade, pois esse ato, muitas vezes inconsciente, influencia num consumo menor de alimentos.

– Dormir bem: durante o período de descanso, o nosso corpo aproveita para aumentar e regular os hormônios relacionados à fome. Ficar acordado por muito tempo (principalmente nas madrugadas) provoca o desejo de comer bastante.

– Fazer exercícios regularmente: largue a preguiça de lado e invista em treinos selecionados! Isso vai auxiliar e muito na queima de calorias, fora o condicionamento físico que é otimizado.

Gostou do nosso conteúdo? Então não deixe de ler a nossa matéria com as 10 dicas para uma alimentação saudável.

Deixe uma resposta