Atividades físicas para idosos: quais são as melhores e quais os benefícios?

Atividades físicas para idosos: quais são as melhores?
Compartilhe:

O número de pessoas que chega à terceira idade está crescendo cada vez mais. Isso acende um alerta para a necessidade de ter qualidade de vida e fazer disso uma prioridade. Nesta fase, a atividades físicas para idosos são essenciais! Elas têm o poder de retardar o envelhecimento, fortalecer o corpo e manter a mente ativa.

Dentre os benefícios da atividade física na terceira idade temos a melhoria do bem-estar geral, a melhora da condição da saúde física e mais importante, a preservação da independência. O exercício físico é uma das intervenções mais eficientes para melhorar a qualidade de vida dos idosos. 

Ele auxilia no controle das mudanças ocorridas pelo processo de envelhecimento. Além disso, a prática constante promove a independência e autonomia nas atividades do cotidiano.

Assim é importante conscientizar que as atividade físicas para idosos são muito importantes para a rotina deles, pois colaboram com sua saúde, agindo sobre o envelhecimento, e evitando muitas vezes a sua limitação funcional.

Este conteúdo é meramente informativo. Procure orientação médica antes de iniciar qualquer atividade física.

Você pode se interessar por:

 – Atividades para idosos: 5 maneiras de manter a saúde na velhice

Atividades físicas para idosos: as mais indicadas

Natação

Aumenta a disposição no dia a dia, melhora a musculatura do abdômen e do assoalho pélvico, diminuindo a incontinência urinária, e ajuda na realização de atividades simples que antes eram difíceis, como varrer um cômodo da casa.

Aumenta a força, a flexibilidade e o controle muscular, melhora a capacidade respiratória, corrige a postura, fortalece os músculos, previne lesões, aumenta a autoestima e diminui as dores musculares.

Musculação

Diminui as dores causadas pela artrose nos joelhos, ajuda no tratamento contra artrose, osteoporose e insuficiência cardíaca, auxilia na flexibilidade e nas atividades diárias, fortalece a musculatura (perdida após os 50 anos).

Dança

A música, as mãos dadas e o balançar rítmico dos corpos geram sentimentos positivos de carinho, paz e amizade. Durante as aulas, os bloqueios emocionais diminuem, facilitando a interação biopsicossocial. Minimiza a depressão e a pressão alta, a ponto de diminuir a medicação usada para o tratamento.

Alongamento

Os alongamentos são de suma importância para prevenção de lesões, e para o ganho de amplitudes dos idosos. Devendo ser priorizados durante o programa de exercícios. O alongamento praticado regularmente traz muitos benefícios e bem-estar! Seu corpo agradece!

Hidroginástica

Além de causar pouco impacto, pois é realizada na água, melhora do sistema cardiorrespiratório e cardiovascular, diminui a gordura corporal, aumenta a massa muscular e a autoestima, melhora a insônia, a coordenação motora e a força muscular e diminui a necessidade de medicamentos.

Caminhadas

Um exercício tão trivial, e no entanto tão importante para a saúde. as caminhadas podem ser consideradas a atividade física mais democrática de todas.

 Pode começar e, gradativamente ir aumentando a intensidade. Basta pôr uma roupa confortável, tênis e ir para um local seguro e arejado. Se quiser, escute suas músicas favoritas e desfrute de um excelente descanso após a volta.

 

Banner Infográfico Sedentarismo

Atividades físicas para idosos e os cuidados com os medicamentos

As atividades físicas apenas complementam a qualidade de vida dos idosos, é necessário também atenção, cuidados com saúde e alimentação para que nossos velhinhos vivam a plenitude da terceira idade. 

Tomar a medicação corretamente também é fundamental para o bem-estar dos idosos como complementos dos exercícios escolhidos. 

Viu como é possível incluir atividades físicas para idosos na rotina? Basta um pouco de planejamento, tempo e também de um aval médico garantindo que o esforço, mesmo que leve, não ofereça riscos à saúde.

E já que estamos nesse assunto, que tal ler agora: 

– 7 passos simples para fortalecer sistema imunológico dos idosos

Compartilhar

Deixe uma resposta