Descubra como o colesterol baixo afeta a sua saúde

Você já deve ter ouvido falar no quanto o colesterol alto pode fazer mal para a saúde. De fato, perder o controle dos níveis de colesterol LDL é bastante perigoso. Mas saiba que manter o HDL baixo também traz riscos. Ficou confuso? Não se preocupe, nós vamos explicar. Nesta matéria, você vai entender que existem alguns tipos desta gordura e que as taxas do colesterol bom (HDL) nunca devem estar baixas. Descubra agora as consequências do colesterol baixo e o que elas podem fazer com a sua saúde.

O que é o colesterol?

Ele é um tipo de gordura presente naturalmente no corpo e produzido por ele que é muito importante para garantir o funcionamento normal do organismo. Por isso, essa gordura está presente nos órgãos mais importantes, como coração, intestinos, fígado, cérebro, nervos, pele, etc. Ao contrário do que muita gente pensa, ela não é uma doença. No entanto, ajuda na absorção e produção de vitaminas e exerce funções essenciais na síntese de hormônios sexuais e da digestão.

Os tipos de colesterol

Bem, de uma coisa podemos ter certeza: o colesterol pode ir de vilão a mocinho da saúde. Para compreender melhor esta parte, você precisa saber que existem alguns tipos. Dá uma olhada:

  • HDL: é o tipo bom para a saúde. Ele é o único que deve se manter em alto nível no sangue. O ideal é que os níveis de HDL estejam acima de 60 mg/dL.
  • LDL: este é o famoso mau colesterol que pode trazer inúmeras complicações. Ele é considerado alto quando é encontrado em uma quantidade igual ou superior a 130 mg/dL.
  • VLDL: altos valores deste tipo de colesterol podem levar ao acúmulo de gordura nas artérias, ocasionando a aterosclerose, fator de risco para as doenças do coração.

A soma destes três tipos da gordura correspondem ao valor do colesterol total. É preciso evitar os altos níveis dele para fugir das complicações cardiovasculares. Portanto, esteja atento: os valores não podem ultrapassar os 190/mgdL.

Benefícios do colesterol bom (HDL)

Como falamos, se você acredita que o toda gordura é ruim, está muito enganado e se certificar de que o HDL está alto pode garantir uma boa produção de vitamina D e de sais biliares. Além disso, ele age como antioxidante e desempenha um papel importante na saúde do intestino e no reparo de células. E olha que estes são apenas alguns dos benefícios da gordura boa.

Colesterol baixo: conheça os riscos para a saúde!

Quando os valores do HDL estão menores que 40 mg/dL, é preciso ficar alerta à possibilidade do aparecimento de doenças perigosas, principalmente as cardiovasculares. Isso porque o acúmulo de gordura nos vasos interrompe a passagem do sangue, o que pode desencadear complicações como:

  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Infarto;
  • Trombose venosa profunda;
  • Doenças arteriais.

Obviamente, os riscos do HDL baixo são bem maiores em pessoas que possuem LDL e VLDL altos. No caso de indivíduos que já possuem problemas como diabetes, hipertensão, obesidade e tabagismo, equilibrar esse fator é ainda mais necessário.

Como eu posso saber que estou com HDL baixo?

Os sintomas do colesterol baixo, geralmente, são silenciosos, daí a importância de se consultar com um especialista e realizar exames de sangue periódicos. Algumas situações podem denotar que os seus níveis de colesterol estão abaixo do aceitável. O excesso de gordura abdominal, a falta de atividades físicas na rotina e ter uma alimentação rica em gorduras, frituras, fast foods, refrigerantes, entre outras coisas acendem um sinal de alerta.

O que fazer para aumentar o HDL?

Já deu para perceber que ele é importante, então é preciso correr (literalmente) para manter o colesterol baixo. Inserir algumas práticas saudáveis ao seu dia a dia pode ser de grande ajuda nesta missão. Afinal, nem sempre ela é fácil. Praticar um esporte, não ter vícios, evitar gorduras trans e comer bastante ômega 3 pode ser um ótimo início rumo a baixos níveis de HDL. Confira estes 5 alimentos indispensáveis para aumentar o colesterol bom.

Agora que você já sabe como o colesterol baixo pode ser prejudicial para a saúde, confira o material exclusivo que preparamos sobre o assunto para entendê-lo melhor.

Basta clicar na imagem abaixo para fazer o download gratuito.

Compartilhar

Deixe uma resposta