Coronavírus, gripe e resfriado: qual a diferença entre os sintomas de cada um?

O novo coronavírus (Covid-19) tem sintomas semelhantes a gripe e resfriado. Por isso, em muitos casos, as pessoas podem ficar confusas, em relação às reações causadas pelo vírus dessas doenças respiratórias no corpo humano.

O diagnóstico também pode ser prejudicado, devido a falta de informação e cuidados de algumas pessoas, enquanto a prevenção contra a pandemia do coronavírus.

Para esclarecer todas essas diferenças, a Santo Remédio separou informações, explicando cada uma dessas doenças respiratórias e como os sintomas se manifestam.

O que é coronavírus, gripe e resfriado?

A gripe é causada pelo vírus influenza, que pode ser dos tipos A ou B. Cada uma dessas categorias se divide em outros subtipos: dentro do A, está o H1N1; e, do B, o Yamagata, por exemplo.

O resfriado também se caracteriza sendo uma doença respiratória, mas é causado por vírus diferentes.

Os vírus mais comuns são os rinovírus (vírus parainfluenza) e o vírus sincicial respiratório (VSR), que geralmente afetam crianças.

Já o Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias, provocando a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Sintomas do coronavírus, gripe e resfriado

Tanto a Covid-19, como a gripe e o resfriado tem suas semelhanças e diferenças em relação aos seus sintomas.

Confira abaixo alguns sintomas e saiba se eles são mais comuns ou raros nos casos dessas doenças respiratórias:

  • Febre
    Coronavírus (covid-19): comum
    Resfriado: raro
    Gripe: comum
  • Cansaço
    Coronavírus (covid-19): às vezes
    Resfriado: às vezes
    Gripe: comum
  • Tosse
    Coronavírus (covid-19): comum (geralmente seca)
    Resfriado: leve
    Gripe: comum (geralmente seca)
  • Espirros
    Coronavírus (covid-19): raro
    Resfriado: comum
    Gripe: raro
  • Dores no corpo e mal-estar
    Coronavírus (covid-19): às vezes
    Resfriado: comum
    Gripe: comum
  • Coriza ou nariz entupido
    Coronavírus (covid-19): raro
    Resfriado: comum
    Gripe: às vezes
  • Dor de garganta
    Coronavírus (covid-19): às vezes
    Resfriado: comum
    Gripe: às vezes
  • Diarreia
    Coronavírus (covid-19): raro
    Resfriado: raro
    Gripe: às vezes (em crianças)
  • Dor de cabeça
    Coronavírus (covid-19): às vezes
    Resfriado: raro
    Gripe: comum
  • Falta de ar
    Coronavírus (covid-19): às vezes
    Resfriado: raro
    Gripe: raro

Os sintomas da gripe são caracterizados pela febre alta, dor intensa no corpo, tosse, dor de garganta e cansaço. Geralmente, eles aparecem quatro dias após o contato com o agente infeccioso e permanecem no corpo por mais de uma semana.

Os sintomas do resfriado, apesar de parecidos com os da gripe, são mais leves e duram menos tempo, entre dois e quatro dias. Os efeitos no corpo incluem tosse, congestão nasal, coriza, dor no corpo e dor de garganta leve.

De acordo com pesquisas, houve diversos relatos diferentes de sintomas do Convid-19, no entanto, os mais comuns são febre, cansaço e tosse seca. Esses indícios, geralmente, são leves e começam gradualmente. O tempo médio para a aparição de sintomas são de cinco dias, após o contágio.

Já o tempo de recuperação varia para pessoas que não estão gravemente doentes, pode ser semelhante ao período de duração de uma gripe comum. Contudo, pessoas que desenvolvem pneumonia podem levar mais tempo para se recuperar.

O importante é identificar os sintomas reais da Covid-19, e se houver mais complicações, como por exemplo, falta de ar, a pessoa deve seguir as orientações do Ministério da Saúde e procurar um posto de saúde para as devidas providências médicas.

Você também pode conferir:
Gripe ou resfriado? Entenda a diferença e saiba como se prevenir
Entenda o que é e como é feito o tratamento da tuberculose
Imunização: Quais as vacinas não podem faltar para os idosos?

Diagnóstico

Como já vimos, é comum confundirmos os sintomas das três doenças. No entanto, para identificar o Covid-19, é necessário além de observar todos os sinais da doença, também o histórico de onde a pessoa esteve nos últimos 15 dias antes dos efeitos surgirem.

A conclusão final vem através de testes que descartam a gripe e outras enfermidades e de um exame específico para o coronavírus, disponível nas redes pública e privada.

O teste detecta o agente infeccioso pela sua carga genética, a partir de amostras das vias aéreas ou de catarro. No entanto, o ideal mesmo, é buscar o diagnóstico somente se houver febre alta e persistente, cansaço e dificuldade respiratória.

Prevenção

Para evitar pegar doenças respiratórias, seja gripe ou resfriado, é bom sempre manter alguns hábitos de higiene e saúde, e para o coronavírus os cuidados se tornaram os mesmos. Confira a seguir:

  • Lavar as mãos com água e sabão frequentemente ou usar álcool em gel;
  • Utilizar lenço descartável para limpar o nariz;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados. A ventilação do ambiente é muito importante, para circular o ar nos cômodos do local onde você está;
  • Evite tocar o nariz, olhos e boca. Elas são as principais vias de acesso de vírus.
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Cubra o rosto com área interna entre o braço e o antebraço, onde fica o cotovelo ao espirrar ou tossir;
  • Limpe e desinfete ambientes e objetos. Mantenha superfícies de fácil contaminação, como mesas e corrimãos, e objetos como celulares, limpos e desinfetados.

São cuidados simples, importantes e que devem ser frequentes para prevenir o coronavírus, e também outras enfermidades, como a gripe e resfriado.

Gostou do conteúdo? Saiba mais sobre a doença do Covit-19 no link: Conheça os sintomas do coronavírus e veja práticas importantes para prevenir o problema.

Compartilhar