Cuidados na gravidez: como se proteger do coronavírus? Leia!

Cuidados na gravidez: como se proteger do coronavírus? Leia!

É natural que as mulheres adotem vários cuidados na gravidez, no entanto a pandemia trouxe uma nova preocupação: como se proteger do coronavírus?

Desde o início da doença no Brasil, o Ministério da Saúde incluiu mulheres grávidas e puérperas no grupo de pessoas com maior risco de complicações pela Covid-19. 

O órgão do Governo Federal explicou que a decisão se deu a partir de análises feitas sobre como gestantes reagem a síndromes gripais, semelhantes a causada pelo novo coronavírus.

Segundo o Ministério da Saúde, há estudos que aponta que a fisiopatologia de vírus como o H1N1 pode apresentar letalidade maior nesses grupos. Logo, a infecção pelo Covid-19 possui um risco semelhante. 

Durante toda a gravidez acontece o processo de imunomodulação, que quer dizer uma modificação na imunidade da mulher, assim o organismo não esboça nenhuma resposta ao feto.

E na reta final da gravidez as alterações fisiológicas, incluindo mudanças na capacidade pulmonar. Ainda é preciso levar em conta que há pacientes com comorbidades clínicas como diabetes, hipertensão, anemia falciforme. Condições que trazem mais desafios para as gestantes.

Por isso os cuidados na gravidez e no período puerpério devem ser rigorosos e contínuos, e eles independem do histórico clínico das pacientes.

Estou grávida! Quais cuidados devo tomar contra a Covid-19?

De modo geral, as gestantes devem seguir as mesmas medidas de precauções para evitar a infecção pela Covid-19 que o restante das pessoas. As medidas são as seguintes:

  • Lave as mãos regularmente e, caso não tenha água e sabão disponível, use álcool 70%
  • Respeite o distanciamento social, o espaço mínimo entre uma pessoa e outra é de um metro
  • Não toque os olhos, nariz e boca sem ter higienizado as mãos
  • Se tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar, procure atendimento médico. Verifique junto às unidades básicas de saúde qual o protocolo adotado na sua região.
  • As gestantes e puérperas – incluindo as afetadas pelo novo coronavírus – devem seguir a rotina de cuidados na gravidez, como o pré-natal, e os cuidados pós-parto.

As grávidas devem ser obrigatoriamente testadas para a Covid-19?

Cada estado da federação brasileira segue protocolos de testagem e elegibilidade diferentes. Portanto, dependente do local onde a gestante reside. 

No entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que as mulheres grávidas que apresentarem sintomas da infecção devem ser priorizadas para testagem. Pois elas podem precisar de cuidados específicos.

Leia também:

Que tratamentos e cuidados na gravidez as mulheres têm direito?

Todas as mulheres grávidas, com suspeita ou confirmação de infecção pela Covid-19 têm direitos a cuidados de qualidade antes, durante e depois do parto. Cuidados que correspondem ao pré-natal, neonatal, pós-natal e acompanhamento psicológico.

A gestante tem direito a:

  • Ser tratada com respeito e dignidade
  • ter um(a) acompanhante de sua preferência presente durante todo o parto
  • Comunicação clara com os funcionários da maternidade
  • Escolher em que posição deseja dar a luz
  • Caso haja suspeita ou laudo positivo para o novo coronavírus, os profissionais da saúde têm a obrigação de tomar todas as medidas de precaução adequadas para reduzir os riscos de infecção deles mesmos ou outros, incluindo o uso adequado de equipamentos de proteção individual (EPI´s).

Puérperas que testaram positivo para Covid-19 podem amamentar?

Sim. As mulheres que deram a luz estando infectadas pelo coronavírus podem amamentar seguindo os seguintes protocolos:

  • Manter a etiqueta respiratória durante a amamentação, fazendo uso de máscara
  • Lavar as mãos antes e depois de tocar no bebê
  • Seguir rotina de higiene dos ambientes

Estou com a Covid-19 e me sinto muito debilitada para amamentar o meu bebê. O que devo fazer?

Neste caso é preciso definir qual o modo que esteja disponível e a mãe considera aceitável. O aleitamento pode ser feito através de:

  • Extração do leite
  • Relactação
  • Doação de leite humano

Lembre-se que receber os devidos cuidados na gravidez é um direito inalienável de toda mulher. Esteja atenta a qualquer sintoma e procure atendimento médico adequado para garantir a sua saúde e do seu bebê.

Gostou do conteúdo? No blog da Santo Remédio você encontra informações e dicas de saúde e bem-estar. Clique aqui para continuar nos acompanhando.

Compartilhar