Gravidez, saúde e boa forma: veja como se cuidar depois dos 40 anos

As mulheres depois dos 40 anos, mesmo com vitalidade para dar e vender, devem dar mais atenção à saúde, visto que o avanço da idade traz uma série de mudanças ao organismo, como as variações hormonais e a redução do metabolismo.

Porém, apesar dessas mudanças, não é impossível emagrecer ou engravidar depois dos 40, por exemplo. Desenvolver hábitos saudáveis podem fazer com que a mulher tenha resultados muito positivos nesses processos.

Pensando nisso, a Santo Remédio, separou algumas informações a respeito de gravidez, emagrecimento e cuidados com a saúde que as mulheres devem ter nessa fase da vida. Confira!

Gravidez depois dos 40

É comum hoje, as mulheres optarem por engravidar depois dos 40 anos. Muitas vezes, é por estarem em busca da realização profissional antes de ter uma família ou focadas nos estudos.

No entanto, alguns riscos à saúde devem ser considerados tanto para a mulher, como para o bebê. Segundo estudos, com 40 anos, a mulher tem 50% de chance de engravidar e essa dificuldade aumenta com o passar dos anos.

A diminuição da quantidade de óvulos, ocorre porque a mulher nasce com um planejamento biológico predeterminado, com um número de óvulos finito. Ocasionando assim, a eliminação deles com a idade.

Outro fator que deve ser levado em conta, são os problemas com a saúde, que a mulher fica suscetível nessa fase. Como diabete, hipertensão e alterações cardiovasculares.

Há riscos para o bebê também, como uma maior probabilidade de alterações cromossômicas numéricas ou estruturais, que podem causar, Síndrome de Down, por exemplo.

Além de haver um risco maior de parto prematuro (parto antes das 37 semanas), anomalias placentárias (alterações funcionais ou estruturais no feto), gestação múltipla (gerar mais de um bebê) e crescimento intrauterino restrito (quando o feto não atinge o tamanho esperado).

banner-amiga-do-peito

Apesar de ter todos os cuidados com a saúde que esse tipo de gravidez exige, também existem benefícios da gestação após os 40.

De acordo com pesquisas, as mães nessa idade, em geral, são mais instruídas, com carreiras profissionais sólidas e estáveis financeiramente, proporcionando mais qualidade nos bens materiais de que o bebê precisa.

Além disso, essas mulheres são mais aptas a tomar decisões familiares mais saudáveis e inteligentes.

O mais importante é conhecer todos os riscos e ter uma preparação adequada antes da gravidez neste período da vida.

Você também pode conferir:
Menopausa: sintomas mais comuns e como diagnosticar
Saúde da Mulher: tudo começa com o autocuidado!
Gravidez saudável: conheça os melhores exercícios para grávidas

Emagrecer depois dos 40

Mesmo para quem passou a vida inteira sendo uma pessoa ativa, emagrecer depois dos 40 pode ser uma tarefa bem difícil.

O metabolismo mais lento, alterações hormonais e a chegada da menopausa, são alguns dos fatores que dificultam a perda de peso e a definição de músculos nas mulheres a partir dessa idade.

Como solução para esse problema, o ideal é desenvolver hábitos que ajudem a criar ou manter a massa muscular, a também aumentar o metabolismo, como a prática de levantamento de peso e treinamento de resistência.

Ter uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas, cortar alimentos calóricos e criar o hábito de dormir pelo menos 7 horas por dia, são ações que desempenham um papel fundamental no processo de emagrecimento.

O importante é sempre buscar informações médicas sobre as alternativas mais adequadas, de acordo com as necessidades individuais de cada mulher.

Gostou do conteúdo? Para saber mais sobre os cuidados com a saúde que as mulheres depois dos 40 devem ter, confira o link: Exames de rotina para mulher: veja os principais e saiba como se prevenir.

Compartilhar