Conheça 4 dicas para a prevenção do Alzheimer

Neste blog, você vai conhecer algumas dicas de prevenção do Alzheimer. Continue a leitura para saber mais!
Compartilhe:

O Alzheimer é uma das doenças mais comuns relativas à demência e degeneração do sistema nervoso. Apesar de acometer pessoas idosas em geral, a medicina ainda não sabe ao certo quais as suas causas. Neste blog, você vai conhecer algumas dicas de prevenção do Alzheimer.

Acredita-se que o desenvolvimento da doença esteja ligado a fatores genéticos. A medicina ressalta que outras condições também podem influenciar no desenvolvimento da doença, como:

  • grau de instrução;
  •  idade avançada;
  • nível cultural.

A doença pode variar em quatro estágios diferentes, mas essa evolução depende do tempo e da degeneração dos neurônios. Embora ainda não haja uma cura, é possível adotar medidas de prevenção do Alzheimer e retardar o seu avanço.

Quais os sintomas mais comuns do Alzheimer?

Os sintomas mais recorrentes no início do Alzheimer podem ser facilmente detectados. Entre eles, podemos destacar:

  • Problemas ao encontrar palavras para se expressar;
  • Comportamento repetitivo;
  • Perda da capacidade motora;
  • Irritabilidade;
  • Interpretações equivocadas sobre estímulos exteriores;
  • Tendência ao isolamento social
  • Dificuldade para entender conversas;
  • Agressividade.

Dicas para a prevenção do Alzheimer

A prevenção do Alzheimer  depende de alguns hábitos para sua rotina atuar como uma forma de tratamento. Veja conosco quais são as dicas mais recomendadas por médicos e especialistas no assunto.

  • Meditação e qualidade do sono

Neste caso, a dica é investir numa atividade relaxante. Estudos recentes comprovaram que a meditação pode reduzir o envelhecimento do cérebro. Vale lembrar que até mesmo a meditação em períodos mais curtos, mas consistentes, são indicados.

Eles podem contribuir para a melhora das funções cognitivas e na diminuição do declínio relativo à idade. De acordo com outros estudos, a apneia do sono também pode estar associada a possíveis quadros de aumento da demência.

Para ajudar nesse processo de prevenção do Alzheimer, desligue todos os dispositivos eletrônicos e torne a sua rotina de dormir o mais calma possível. 

Leia também:

Doença de Alzheimer: saiba como identificar os primeiros sintomas

  • Estimule a mente

O hábito da estimulação por meio de exercícios que desafiam sua mente é uma recomendação recorrente de especialistas na área. 

Para isso, vale a pena criar tarefas variadas e para melhorar as habilidades cognitivas e até fortalecer as conexões dos neurônios. Ou seja, quanto maior a variedade dessas atividades na sua rotina melhor será a prevenção do Alzheimer.

Além do mais, procure fazer palavras-cruzadas e praticar jogos de cartas. Vale ressaltar que você ainda pode tocar piano, dançar e até jogar xadrez. Por fim, ainda há a participação em eventos culturais, como palestras e concertos.

banner

 

  • Faça exercícios regularmente

Em primeiro lugar, uma vida saudável sempre requer a prática de exercícios. Nesse sentido, a prevenção do Alzheimer também está ligada ao tema. Afinal, a realização de atividades físicas também ajuda a melhorar a concentração e traz diversos outros benefícios para a estrutura cerebral. 

Segundo especialistas em ciências neurais, é a memória de longo prazo que mais ganha com a atividade física. Ou seja, quanto mais você se exercita, mais reforça a saúde cerebral. Para isso, recomendamos exercícios aeróbicos regulares com cerca de meia hora diária.

  • Melhore a sua alimentação

A prevenção do Alzheimer também passa pelo consumo de alimentos adequados. Neste caso, podemos citar aqueles ricos em ácidos graxos, ômega-3 e antioxidantes. Assim, adicione na sua dieta ingredientes como:

  • Peixe gordo, como cavala, salmão selvagem, anchovas e sardinhas;
  • Gorduras saudáveis, como sementes, nozes, azeite e abacate;
  • Frutas frescas, como cerejas, bagas e tomates;
  • Feijão e leguminosas, como feijão preto, lentilhas e grão-de-bico;
  • Vegetais verdes, como espinafre, brócolis, repolho e couve;
  • Grãos inteiros, como aveia, quinoa, arroz preto e cevada.

A doença, infelizmente, atinge milhares de brasileiros. Disseminar informações a respeito também é uma forma de contribuir para a prevenção do Alzheimer. Compartilhe este artigo com familiares e amigos!

Gostou do conteúdo? Confira a nossa Santa Dica!

 

Compartilhar