Exercícios na gravidez: as atividades para cada trimestre

Veja alguns exercícios na gravidez que são fáceis e seguros
Compartilhe:

 

Levar uma vida ativa traz grandes benefícios em todas as fases da vida. E quando a atividade física regular faz parte da rotina antes do bebê chegar, os ganhos são ainda mais importantes. Por isso, hoje, nós trouxemos x dicas de exercícios na gravidez adequadas para cada trimestre. Confira o artigo e tire suas dúvidas sobre o assunto.  

 

Atenção: este conteúdo é meramente informativo. Para casos de gravidez de risco, um profissional deve ser consultado para avaliar o quadro e orientar a atividade física.

 

Você pode se interessar por:

– 4 dicas para evitar as estrias na gravidez

 

Por que fazer exercícios na gravidez?

A gravidez é o momento de se resguardar de algumas coisas que possam oferecer qualquer risco à saúde da mãe e do bebê. Talvez por isso haja o temor de um aborto ou prejudicar o bebê.

 

É claro que, se a mulher era sedentária antes de engravidar, agora não é o momento de cair em exageros. Ainda assim é importante começar a praticar para fortalecer a musculatura, preparar para o parto e o pós-parto, além de garantir aquela dose dos hormônios da felicidade e manter o peso sob controle. 

 

Não custa reforçar: antes de começar, procure orientação médica.

 

Antes de começar a praticar exercícios físicos para gestantes, consulte o seu médico e veja o que é indicado para o seu organismo. Afinal, cada grávida tem um histórico e características próprias.

o sabor amargo da diabetes

 

7 exercícios na gravidez por trimestre 

Anote as dicas para uma gravidez mais ativa e mais saudável. Jamais comece por conta própria. Avalie o estado de saúde com um profissional e siga as recomendações.

 

Primeiro trimestre

Desconfortos como enjoos, cansaço ou sono excessivos e até rigidez nos seios podem interferir na disposição e possibilidade de se exercitar. 

 

Para as grávidas que já eram ativas, é só manter o que já era feito sem recorrer a nenhum aumento de intensidade, seja de peso, frequência ou ritmo. Para quem vai começar agora, tenha em mente que o objetivo é mexer o corpo, e não emagrecer.

 

Caminhadas, hidroginástica, natação e até musculação – sem esforço com os pesos – podem ser feitos.

 

Leia também:

– Gravidez saudável: conheça os melhores exercícios para grávidas

 

Segundo e terceiro trimestre

O segundo é a fase em que o sono incontrolável e os enjoos tendem a diminuir e há aumento de peso corporal. Com isso, podem aparecer certas dores nas articulações, retenção de líquidos, mais vontade de urinar, equilíbrio alterado.

No terceiro, a grávida está mais pesada e fica cansada com mais facilidade, além de ter certas restrições de movimentação.

É claro que isso varia de mulher para mulher, mas de modo geral, nos dois últimos trimestres a grávida pode fazer:

  • Exercícios cardiovasculares: a regra aqui é não se cansar. Cansou? Pare na hora. 30 ou 40 minutos destes exercícios cardiovasculares são suficientes.
  • Corrida: uma corrida em ritmo moderado, chamada jogging, podendo ser ajustada para uma caminhada ou uma corrida leve.
  • Natação e hidroginástica: ótimos para trabalhar a respiração e condicionamento físico sem impacto nas articulações.
  • Exercícios pélvicos: para se preparar para o parto e pós-parto.
  • Pilates: ideal para fortalecer a musculatura pélvica. Não indicado para mulheres que nunca praticaram antes da gravidez.
  • Yoga: para o fortalecimento muscular e para relaxar corpo e mente.
  • Exercícios posturais.

Fique atenta aos sinais do corpo

Durante a atividade física, se você experimentar os seguintes sintomas, pare imediatamente:

  • Perda de líquido pela vagina;
  • Sangramento;
  • Fraqueza muscular;
  • Tontura ou sensação de desmaio;
  • Inchaço nos pés, mãos ou rosto;
  • Redução dos movimentos do bebê;
  • Contrações;
  • Falta de ar ou dificuldade para respirar;
  • Dor de qualquer intensidade na área pélvica ou nos quadris.

O que você achou deste conteúdo? Você viu que cada trimestre requer necessidades específicas e que fazer exercícios na gravidez é benéfico tanto para o corpo e saúde tanto da mãe quanto para o bem-estar e desenvolvimento do bebê. 

E como parte dos cuidados essenciais desta fase, que tal conferir uma Santa Dica? 

Compartilhar