O perigo da infecção urinária em idosos. Como evitar em 5 passos

infeccao-urinaria-em-idosos

Muitas vezes silenciosa, a infecção urinária, traz consequências graves para a saúde, em especial para os idosos. Por isso é importante estar sempre atento à qualquer mudança na cor, no cheiro e nas sensações ao urinar e procurar assistência médica imediatamente se sentir qualquer desconforto. 

A infecção urinária em idosos pode ser facilmente evitada adotando algumas práticas diárias. Veja no material que elaboramos sobre os perigos da infecção urinária em idosos e 5 passos para evitar a doença.

Leia também:

– Atividades para idosos: 5 maneiras de manter a saúde na velhice

O que é a infecção urinária?

É uma doença que se instala no aparelho urinário pelas bactérias que vivem na área próxima ao ânus. Teoricamente não há nada de errado com essas bactérias, pois elas são comuns nesta região. O problema surge quando elas vão para a bexiga e chegam aos rins. É nessa hora que a infecção se instala.

Quando elas ficam apenas na bexiga, a doença também é chamada de cistite. Mas quando migram para os rins, ela ganha o nome de pielonefrite, e é uma infecção mais grave, que causa febre, dor lombar e calafrios.

Nos idosos

Voltando para a infecção urinária em idosos, esta é uma doença que não escolhe idade. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, os mais velhos tendem a desenvolver a doença a partir dos 65 anos, 10% dos homens e 20% das mulheres dessa faixa etária. Após os 80 anos esse número fica mais expressivo e em muitas vezes são casos sem sintomas, o que ainda é mais perigoso. 

A presença de doenças como diabetes e demência senil pode ser um agravante para o desenvolvimento de infecção urinária em idosos. Isso porque a imunidade dos idosos é mais baixa, então é preciso ter muito cuidado com os hábitos de saúde e de higiene.

Nas mulheres as chances de desenvolver infecção urinária é maior porque o canal é mais curto e mais próximo ao ânus, o que facilita a contaminação por microorganismos.

Nas idosas, há uma diminuição significativa da produção de um hormônio importante, o estrogênio, e isso causa ressecamento  e inflamação das paredes vaginais.

No caso dos homens, pode ocorrer a infecção urinária pelo aumento de tamanho da próstata. Isso dificulta que a bexiga seja esvaziada e a infecção se instala.

Mas a infecção urinária em idosos pode ser facilmente evitada com a adoção de alguns hábitos que você vai conhecer abaixo:

Procure imediatamente um médico se:
  • o volume de xixi está muito acima ou muito abaixo do normal;
  • confusão mental – é um dos indicativos de infecção;
  • forte odor na urina;
  • coloração estranha ou sangue na urina;
  • dor ou ardência ao urinar;

Atenção: uma infecção urinária em idosos não tratada é muito grave. A infecção pode passar pelo ureter e chegar aos rins, agravando ainda mais o sintomas, causando dor crônica, mal estar, vômitos e febre contínua.

 

Leia também:

– Mulher idosa: os principais cuidados ginecológicos para manter a saúde

banner-o-verao-chegou

5 atitudes para evitar

  1. Higienize adequadamente a região genital a cada banho com água e sabão neutro. Isso dificulta a proliferação de bactérias na região íntima e que elas migrem para lugares indevidos, como bexiga e rins.
  2. Troque as fraldas constantemente. Caso o idoso use fraldas geriátricas, é importante que as trocas sejam feitas com frequência. Não faz bem para a saúde – e nem é confortável –  ficar em contato muito tempo com os excrementos do corpo, por isso fique atento às trocas e mantenha a região sequinha sempre que possível.
  3. Evite roupas de tecido sintético. Roupas de algodão são melhores por facilitar a ventilação da região íntima. Opte sempre por roupas desse material.
  4. Beba quantidade suficiente de água durante o dia. A água é importante para manter ativas e adequadas as funções fisiológicas do corpo e o bom funcionamento dos órgãos. Ingerir líquidos ajuda o organismo a remover substâncias tóxicas na urina.
  5. Esvazie a bexiga várias vezes ao dia. Conforme falado no tópico anterior, as toxinas precisam ser eliminadas. E o aumento na ingesta de líquidos facilita essa prática. Portanto, vá ao banheiro várias vezes ao dia. Um xixi amarelo claro e sem odor forte deve ser a meta diária.

 

Viu como é fácil prevenir essa doença? A infecção urinária em idosos pode ser muito perigosa devido à baixa imunidade que essa faixa etária tende a apresentar. Então fique de olho e procure ajuda médica caso apresente algum sintoma. E também não deixe para ir ao médico apenas se sentir desconforto.

 

Agora que você aprendeu 5 passos para evitar a infecção urinária em idosos, que tal ler agora os 4 passos simples para manter a saúde masculina em dia

Compartilhar