O que é pré-diabetes e como evitar que ela se torne crônica?

Exame pré-diabetes
Compartilhe:

Existe uma necessidade real de sabermos o que é pré-diabetes com a rotina diária que levamos. A quantidade de açúcar e outros carboidratos que consumimos no dia-a-dia pode ser extremamente prejudicial ao nosso corpo, e não dá para brincar com a saúde.

Sabemos a ameaça que a instabilidade da glicose no sangue pode trazer à longo prazo, e a pré-diabetes já ultrapassou o alcance do próprio diabetes no Brasil. Segundo dados da Federação Internacional de Diabetes, em 2017, cerca de 14,6 milhões de brasileiros possuíam pré-diabetes diagnosticada, superando o número de 12,5 milhões de diabéticos.

Mas o que é pré-diabetes?

Ao contrário do que diz o nome, ela não é uma pré-doença, e está ligada à diversos fatores de risco à saúde. Além do que o pré-diabético possui mais chances de se tornar de fato um diabético.

A pré-diabetes também pode estar associada ao maior comprometimento dos rins, dos olhos e dos nervos. Sem contar que um indivíduo com pré-diabetes têm um risco bem mais elevado de se tornar diabético propriamente dito.

Quer saber mais sobre o que é pré-diabetes ou diabetes? Separamos alguns conteúdos que também podem te interessar:

Fatores de risco

Genética

Ter um parente próximo (como mãe, pai, irmãos ou filho) que teve ou tem diabetes dá maior probabilidade de desenvolver a doença. Por isso a necessidade de conhecer o histórico médico familiar.

Sedentarismo

Com a correria do dia-a-dia, estabelecemos uma rotina confortável, praticando menos atividades físicas. Com isso, há menos gasto de energia, o que tem como consequência a obesidade e falta de preparo físico.

Obesidade

O acúmulo em excesso de gordura corporal, com o aumento de peso, pode ser um grande fator de risco à saúde. Essa condição também é a responsável pela maioria das principais causas de diabetes tipo 2.

Idade

Nosso metabolismo tende a desacelerar de acordo com a idade, o que desencadeia uma tendência ao desenvolvimento de algumas doenças crônicas. No caso da pré-diabetes e diabetes 2, após os 45 anos, existe um maior fator de risco.

Colesterol alto

Presente em diversos alimentos, o colesterol é uma gordura que em excesso, pode causar aterosclerose: uma doença conhecida pela formação de placas no interior das artérias, que dificultam a passagem do sangue.

Pressão Alta

É um mal muito comum e pode atingir pessoas de todas as idades e gêneros. O aumento da pressão arterial dá mais trabalho ao coração, que exige mais força para impulsionar o sangue para o corpo todo, comprometendo assim a circulação e causando danos aos órgãos vitais.

Como saber se tenho pré-diabetes?

Por raramente apresentar sintomas, a pré-diabetes apresenta maiores riscos na progressão silenciosa da doença. Alguns sintomas que podem ser perceptíveis, caso apareçam, são:

  • Fome excessiva;
  • Sede excessiva;
  • Ganho de peso;
  • Micção frequente;
  • Falta de energia;
  • Visão borrada e turva.

Mas cuidado! Não espere estes sintomas para verificar seus níveis de glicose, ou pode ser tarde demais! A pré-diabetes é um ponto intermediário entre a normalidade da glicose e a diabetes, procure um profissional para fazer um diagnóstico mais preciso e orientar de acordo com os resultados apresentados.

O estado de normalidade da glicose de uma pessoa em jejum é abaixo 99mg/dl, enquanto a diabetes é considerado o nível de glicose acima de 126mg/dl.

Os critérios diagnósticos para pré-diabetes são os seguintes – sendo que a presença de um ou mais destes fatores confirma o diagnóstico:

  • glicemia de jejum de 100 a 125mg/dl;
  • glicemia em teste oral de tolerância à glicose (2 horas após 75g) de 140 a 199mg/dl;
  • hemoglobina A1C de 5,7% a 6,4%.

Como combatê-la?

De acordo com especialistas, a pré-diabetes pode ser prevenida por meio de várias formas, mas as três principais estratégias para casos mais avançados são:

  • atividade física;
  • perda de peso;
  • tratamento farmacológico.

Levar uma vida mais leve e saudável mantendo uma alimentação sadia e ter boas noites de sono, também pode trazer grandes benefícios. A prevenção pode ser sua grande aliada para evitar o diabetes. Agora que você já sabe o que é pré-diabetes, não se esqueça dos seus exames periódicos. Procure um profissional para um diagnóstico mais preciso.

No blog das drogarias Santo Remédio você acompanha essas e outras informações que podem auxiliar nos cuidados com a sua saúde. Quer saber como estão seus níveis de glicose? No FarmaClinic você pode medir com o acompanhamento de um farmacêutico, e não cobramos nada por isso. Leia agora: Dieta par pré-diabéticos: o que não pode faltar no seu cardápio?

Compartilhar