Descubra o que é teste ergométrico e qual a sua importância para saúde

Compartilhe:

É comum, após um período de sedentarismo, algumas pessoas sentirem desconforto e cansaço excessivo ao praticarem atividades físicas. Nesse caso, é recomendado a realização do teste ergométrico. Mas você sabe o que é teste ergométrico?

Seja para identificar problemas cardíacos, avaliar atletas, liberar pacientes para a prática de atividades físicas ou um simples exame de rotina, o teste ergométrico ajuda o médico a identificar fragilidades no sistema cardiovascular do indivíduo.

Continue com a gente, para descobrir tudo sobre esse teste: o que é, para que serve, quem pode e não pode fazer, como fazer e muito mais!

O que é teste ergométrico?

O teste ergométrico, conhecido também, como teste de esforço, possibilita a avaliação do funcionamento do coração durante o esforço físico.

Ele pode ser feito na esteira ou na bicicleta ergométrica, permitindo que a velocidade e o esforço sejam aumentados gradualmente, dependendo da capacidade de cada pessoa.

Nesse teste são observados os sintomas, os comportamentos da frequência cardíaca, da pressão arterial e do eletrocardiograma antes, durante e após o esforço físico.

Para que serve?

O teste ergométrico possibilita identificar anormalidades cardíacas, como alteração da capacidade respiratória, doença arterial coronariana e também arritmias cardíacas, isquemia miocárdica e problemas de pressão arterial.

Além disso, o teste também pode verificar sinais de falência ventricular e surgimento de sopros.

Vale ressaltar, que a prática de exercícios físicos, apesar de muito benéfica para a saúde do praticante, em alguns casos, pode levar a problemas cardiovasculares.

Nesse caso, o teste pode oferecer respostas fisiológicas como o ritmo cardíaco e as medidas de pressão arterial, que ajudarão na definição de tipos de exercícios, da intensidade segura para o exercício, e da frequência cardíaca máxima.

Com base nos dados, é possível o médico fornecer uma prescrição e acompanhamento dos exercícios físicos, o que diminuirá o risco de prejuízos à saúde do praticante.

Veja também:

10 hábitos rotineiros que podem prejudicar a saúde do coração

Quais sintomas podem indicar doenças no coração?

Como começar o ano com um bom condicionamento físico? 5 exercícios para fazer hoje mesmo!

Para quem é indicado?

É indicado fazer o teste ergométrico:

  • Pessoas comuns que precisam avaliar seu condicionamento físico ou atletas, antes de começar ou mudar de atividade física;
  • Paciente que sofreu infarto do miocárdio, foi submetido a angioplastia ou ponte de safena ou utilize marcapasso artificial;
  • Pessoas com suspeita de problemas no funcionamento cardíaco ou na capacidade cardiorrespiratória;
    Investigação de dor no peito, devido a infarto, arritmias ou sopro cardíaco.

Desta forma, o médico pode solicitar o teste ergométrico quando o paciente tem sintomas cardíacos, como dor no peito aos esforços, alguns tipos de tontura, palpitações, picos hipertensivos, para assim, ajudar a encontrar a causa.

Quando não é contraindicado fazer o teste:

  • Portadores de doença arterial coronariana já diagnosticada ou que apresentem arritmias, miocardites, pericardites agudas, entre outras;
  • Pacientes que têm alguma limitação física, como impossibilidade de andar ou pedalar;
  • Evitar fazer o teste durante a gravidez.

Como se preparar para o teste?

Para a realização do teste ergométrico, devem ser tomados alguns cuidados, como:

  • Comer alimentos de fácil digestão, como iogurte, maçã ou arroz, 2 horas antes do teste;
  • Dormir bem na noite anterior ao teste;
  • O paciente não deve fumar, tomar cafeína (café preto), refrigerante ou chá, nas 2 horas que antecedem o teste;
  • Não realizar exercício físico, 24 horas antes de fazer o teste;
  • É obrigatório acompanhante responsável legal para paciente com até 17 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Vestir roupa confortável para exercício físico e tênis;
  • O paciente deve apresentar exames cardiológicos realizados nos últimos 12 meses;
  • Caso faça uso de remédios, é necessário informar os medicamentos em uso na abertura da ficha.

Como é realizado?

Inicialmente, são observados os dados do paciente (peso, altura, prática de atividade física, medicamentos utilizados, sintomas e outros) e as informações da solicitação médica, para então definir o protocolo ideal de esforço para aquele caso.

Após a preparação, são colocados eletrodos no tórax do paciente. Em seguida, o paciente começa a praticar exercício em uma esteira rolante ou bicicleta.

Durante e após a realização do exercício físico, na qual a frequência e o grau de dificuldade são crescentes, é registrado várias medidas da pressão arterial e os batimentos cardíacos, além de analisar a atividade elétrica durante cada etapa do esforço.

O teste tem o intuito de imitar movimentos de esforço durante o dia a dia, como subir escadas ou uma ladeira, por exemplo, que são situações que podem causar desconforto ou falta de ar nas pessoas com risco para infarto.

A duração do teste varia de 15 a 30 minutos, dependendo do protocolo escolhido para cada paciente, mas pode ser finalizado antes em caso de aparecimento de sintomas graves (como por exemplo tontura e falta de ar).

Sendo assim, o teste ergométrico é muito importante para a avaliação da capacidade cardiorrespiratória, sendo utilizado para a prevenção de doenças cardiovasculares e também para a prescrição de exercícios físicos para pacientes com histórico cardíaco, atletas ou pessoas comuns.

Agora que você já sabe melhor sobre o que é teste ergométrico, que tal conferir o link “Como adequar a alimentação para prevenir doenças do coração?”.

Compartilhar