O que fazer em caso de queimadura? Veja os primeiros socorros aqui!

Compartilhe:

Pacientes que sofrem acidentes relacionados a queimaduras são recorrentes nos hospitais. Por isso, a Santo Remédio criou este texto para esclarecer sobre o que fazer em caso de queimaduras do 1° ao 3° grau.

Você vai entender ainda, em quais casos é recomendado que o paciente se dirija imediatamente a um hospital e como ele pode fazer os primeiros socorros. Veja!

Avalie qual é a gravidade da queimadura

Antes de tudo, mantenha a calma e avalie em qual grau se encontra a sua queimadura. Geralmente, as queimaduras de 1° grau atingem superficialmente a pele e causam apenas uma vermelhidão no local.

Queimaduras deste grau podem ser provenientes tanto do sol quanto do manuseio de panelas quentes e outros afazeres domésticos. Também são menos graves que as queimaduras de 2° grau, que neste caso, afetam as camadas intermédias da pele e causam bolhas e inchaço no local. 

O caso considerado mais grave é de queimaduras de 3° grau, pois também podem colocar a vida em risco. Isso porque atingem as camadas mais profundas da pele, o que inclui: vasos sanguíneos, músculos e os nervos. E neste último caso, impossibilita a vítima de sentir dor.   

Queimaduras de 1° grau

Identificou sua queimadura como 1° grau? Agora siga esses passos:

  1. Lave com água

Neste primeiro caso, após o acidente, coloque a parte afetada debaixo de água corrente, em temperatura ambiente. Não é necessário e nem indicado o uso de água gelada, pois pode gerar um choque térmico, pela diferença de temperatura.

  1. Amenize a dor

Após a queimadura, você sentirá uma ardência por, pelo menos, 24 horas. Para o alívio da dor, você pode fazer compressas de pano com água fria e colocar sobre a queimadura, ou ainda, tomar analgésicos, se necessário.

  1. Consulte um especialista

Um dos principais erros que as pessoas comentem é de passar produtos não indicados em cima da queimadura. Este ato pode prejudicar tanto na cicatrização do ferimento quanto no diagnóstico médico, para saber a gravidade do acidente.

O recomendado sempre é que, se os sintomas estiverem fortes, você deve consultar um especialista, para que ele indique o melhor tratamento para a sua situação. Isso pode incluir pomadas, analgésicos e outros medicamentos.  Mas só utilize se possuir prescrição médica.

Leia também:

O que fazer em caso de queimadura de 2° grau

Como vimos anteriormente, queimaduras de 2° grau geralmente geram bolhas e atingem camadas intermédias da pele. E apesar da gravidade, a necessidade de se dirigir imediatamente ao hospital vai depender de alguns fatores.

Avalie o tamanho da lesão ocasionada no acidente. Em geral, você deve recorrer a um médico imediatamente se a queimadura atingir uma área superior ao tamanho de um palmo. 

Não estoure as bolhas

Querer estourar as bolhas que se formam no local é um impulso natural das pessoas, mas você deve evitá-lo. Elas são responsáveis por proteger o ferimento contra infecções, por isso, devem ser mantidas no local.

O médico, se julgar necessário, irá drenar as bolhas, mas não estourá-las. Se no caso, elas estourarem naturalmente ou por acidente, deve ser feito um curativo imediatamente. 

Após cicatrização, use protetor

Mesmo que o ferimento já tenha cicatrizado, ele ficará mais claro do que o restante da pele e estará mais sujeito a outras queimaduras, pela exposição. Por isso, você deve continuar cuidando, e é super indicado fazer o uso de protetor solar e evitar o contato do sol com o local afetado

Queimaduras de 3° grau

Este é o caso mais grave, então veja o que fazer em caso de queimadura de 3° grau:

Procure o hospital

Independentemente do tamanho, se dirija ao hospital, pois este grau de queimadura pode atingir muito mais do que é possível ver no momento do acidente. Ligue para a emergência (192) ou peça para alguém levá-lo.

Não coloque nada em cima do ferimento

Neste caso, nada de compressas no local, elas podem piorar a situação. Assim como nos casos anteriores, não é recomendado colocar pasta de dentes, manteiga, café ou qualquer outra coisa sobre as feridas. Essa é uma indicação médica.

Não tente tirar coisas grudadas na queimadura

Às vezes pode acontecer de, por um acidente, a vítima ser coberta de água quente em alguma parte do corpo. Se ela estiver usando roupa no local ou algum acessório, este pode ficar grudado.

O ideal neste caso, é deixar como está e não tentar tirar a roupa, pois pode arrancar maiores partes da pele e piorar a situação. Digira-se ao hospital, lá o médico conhece melhor os procedimentos.

Apesar de agora você saber passo a passo sobre o que fazer em caso de queimadura, sabemos que prevenir é o melhor caminho. Então, seja uma pessoa atenciosa ao manusear as panelas quentes na cozinha, por exemplo.

Precisamos ter o cuidado redobrado com a saúde da criança. Por isso, recomendamos que você leia agora: Como proteger a visão do bebê durante o verão?

Compartilhar