Conheça os 5 principais tipos de hepatite que podem atingir você

Conheça os 5 principais tipos de hepatite que podem atingir você

A hepatite é a inflamação do fígado que pode acometer o organismo de diversas formas, por isso, é caracterizada por tipos diferentes. Os tipos de hepatite podem ser agudos ou crônicos e os sintomas, causas e tratamento, são influenciados pelo tipo adquirido. Logo, uma pessoa pode ter hepatite por ter tomado medicamentos de maneira descontrolada ou até pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Por isso, todo cuidado é pouco com os hábitos que você tem no dia a dia. Para que você esteja atento aos fatores relacionados à hepatite, preparamos este post para que você possa encontrar os principais tipos da doença, suas causas e sintomas. Vamos conferir?

1. Hepatite A

O contato com água ou alimentos contaminados com matéria fecal podem ser os responsáveis pelo desenvolvimento da Hepatite A. Então, quando você for comer frutos do mar ou qualquer alimento cru (como verduras, por exemplo), fique atento à higienização dos mesmos e a água utilizada para isso. Lavar as mãos após evacuar também pode ser uma ótima maneira de prevenir a hepatite A.

Sintomas: geralmente, eles aparecem entre 15 a 30 dias após a infecção pelo vírus. Entre outros, os principais sintomas são:

  • Fadiga;
  • Dor muscular;
  • Amarelamento da pele e dos olhos;
  • Dor abdominal;
  • Náuseas e vômitos, etc.

2 Hepatite B

Considerada uma Doença Sexualmente Transmissível (DST), o vírus da hepatite B (HBV) está presente no sangue, esperma, leite materno, etc. Além disso, ter relações sexuais sem proteção e compartilhar o uso de seringas estão entre os fatores de risco que podem aumentar as possibilidades de você contrair hepatite B. Quem trabalha na área da saúde também precisa ficar atento com a exposição ao sangue que a profissão oferece.

Sintomas: os sintomas da hepatite B podem aparecer entre dois a quatro meses após o contato com o vírus e a intensidade deles pode variar. Os principais são:

  • Urina escura;
  • Dor nas articulações;
  • Amarelamento da pele;
  • Perda de apetite;
  • Dor nas articulações, etc.

3. Hepatite C

A hepatite C é um dos tipos mais comuns da doença. Considerado um dos mais agressivos, a transmissão acontece por meio do contato com sangue contaminado. Por isso, fazer tatuagem com instrumentos contaminados, receber órgãos ou sangue de um doador que tem a doença e fazer diálise renal por muito tempo são condições que podem sujeitar uma pessoa à contaminação.

Sintomas: a doença não manifesta sintomas em sua fase inicial, daí a importância de realizar exames de sangue com frequência. No entanto, os sinais acontecem com a infecção por hepatite C em um estágio mais avançado. A princípio, eles podem se manifestar com:

  • Inchaço abdominal;
  • Coceira;
  • Urina escura;
  • Sangramento no esôfago ou estômago;
  • Dor abdominal, etc.

4. Hepatite medicamentosa

Basicamente, este é um tipo grave da doença que pode estar relacionado com a quantidade de medicamentos que o indivíduo toma e o quanto eles são podem ser tóxicos. A hepatite medicamentosa não é contagiosa. Afinal, ela é causada pelo uso de substâncias de comprometem o bom funcionamento do fígado.

Sintomas: eles podem surgir bem rápido, logo após a pessoa tomar o medicamento. Os principais são:

  • Dor no lado direito do abdômen;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Coceira;
  • Mal estar, etc.

5. Hepatite Autoimune

Ocorre por um distúrbio do sistema imunológico do indivíduo, que passa a destruir, progressivamente, o fígado. Então, se o paciente não cumprir o tratamento de forma adequada ou não procurar ajuda médica, a hepatite autoimune pode levar à cirrose e outras complicações graves.

Sintomas: podem aparecer de forma súbita e dar os seguintes sinais no corpo:

  • Olho amarelado;
  • Febre;
  • Fraqueza;
  • Dor abdominal, etc.

Informações gerais

Além destes 5 tipos de hepatite que acabamos de falar, é importante que você saiba que existem outras formas de manifestação da doença, como é o caso das hepatites D, E, F e G. Em geral, para prevenir que a inflamação afete o seu organismo, algumas ações cotidianas podem ser eficientes. Assim, não comer alimentos contaminados, se proteger durante as relações sexuais e nunca compartilhar objetos perfurantes são hábitos a serem adotados para o dia a dia tendo com o objetivo de evitar a hepatite.

Além disso, a vacinação é uma das formas mais eficientes de evitar doenças e nós falamos sobre isso aqui. Não esqueça que é indispensável que você se vacine contra as hepatites A e B para se proteger contra a doença.

Gostou do conteúdo? Bom, se você chegou até o final deste texto é porque quer entender melhor a hepatite por algum motivo. Por isso, nós resolvemos fazer o seguinte: oferecer um material gratuito específico sobre esse problema.

Nele, você vai conhecer as 30 perguntas e respostas mais importantes para quem quer saber mais sobre o assunto. Clique na imagem abaixo e faça o download do conteúdo.

Compartilhar

Deixe uma resposta