Quais sintomas podem indicar doenças no coração?

doracao-doenca-sintoma

O coração da gente é um verdadeiro herói, não é? Ele aguenta tantas pancadas e mesmo assim consegue lidar muito bem com a pressão do dia a dia. Mas, pensem, heróis também adoecem e quando isso acontece, tudo fica em risco. Pois, existem diversas doenças do coração que podem afetar a saúde e prejudicar o seu bem-estar.

Por esse motivo, prestar bastante atenção a alguns sintomas que o corpo pode sentir é fundamental para descobrir possíveis doenças no coração e começar o tratamento mais adequado. Além de ser importante conhecer os principais sinais do problemas de saúde.

Pensando nisso, abaixo, listamos alguns desses sinais, os principais deles, na verdade, para que você se proteja o quanto antes. Acompanhe o conteúdo por completo e evite doenças cardiovasculares. Confira!

Leia mais:
– Check-up: os exames essenciais para manter a saúde em dia

Principais sintomas de doenças no coração

É fundamental conhecer os principais sintomas, pois assim é mais fácil de identificar os sinais que podem surgir e prevenir ataque cardíaco. Pessoas que têm antecedentes familiares de doença cardíaca deve, ter mais atenção aos sinais que o corpo apresenta.

Além disso, existem sintomas inusitados que a maioria dos pacientes não relacionam com as doenças do coração. Por isso, é muito importante saber quais são os sinais mais comuns e incomuns.

Falta de ar

Realizar qualquer exercício ou atividade física, de fato, exige um desempenho maior do seu coração. Porém, se você perceber que fazer movimentos simples como subir um lance de escadas afeta de maneira extrema a sua capacidade de respirar, é bom procurar o médico.

Essa sensação pode ser um sinal de insuficiência cardíaca, que é quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para o resto do corpo.

Inchaço nas pernas e nos pés

pes-inchados-coracao
Doenças no coração podem ser manifestadas pelos pés inchados.

Esse problema acontece devido a um enfraquecimento do músculo do coração, em consequência de uma insuficiência cardíaca.

O sangue que é bombeado pelo órgão e que vai para as pernas e os pés não volta, se concentrando nessas regiões. Como o coração perde a força necessária para fazer com que o fluido circule, ocorre a retenção de líquidos, responsável pelo inchaço.

No entanto, o inchaço nas pernas e nos pés podem indicar outra doença, como insuficiência hepática e a síndrome de nefrótica, pois o inchaço não é um sintoma exclusivo dos problemas cardíacos.

Dor (principalmente no peito)

Dores podem ser causadas por diversos motivos, mas elas também podem ser resultados de uma diminuição da circulação sanguínea. Aquele aperto sentido na altura do tórax que se prolonga, geralmente, por mais de 20 minutos tende a acontecer em razão do acúmulo de placas de gordura nos vasos do coração.

Essa concentração de gordura pode obstruir os vasos sanguíneos do coração, causando a dor no peito e a falta de oxigenação do tecido cardíaco. O aperto no peito é um dos sintomas mais comum de doenças do coração. Além disso, é importante saber que a ausência de oxigênio pode levar à morte.

Fadiga

Tudo bem, nós sabemos que todo mundo fica cansado após realizar uma determinada atividade, mas aqui estamos falando sobre aquele cansaço extremo acompanhado de uma má disposição.

Grande parte dos casos de infarto são precedidos semanas antes de fadiga. Vasos sanguíneos bloqueados ou problemas na circulação são algumas das causas dessa complicação que contribui e muito para o aparecimento de doenças no coração.

Desmaio ou tontura (frequente)

desmaio-sintoma-coracao
Desmaio ou tonturas frequentes podem ser sinal de doenças no coração.

Desmaio ou tonturas frequentes podem ser sinal de doenças no coração.

Uma queda súbita da pressão arterial é capaz de provocar a diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro que pode acabar em desmaios ou vertigem.

O estreitamento da válvula aórtica que dificulta a passagem do sangue também é um forte motivo para esses transtornos acontecerem. Na dúvida, consulte o seu médico regularmente, pois cair de maneira abrupta no chão pode causar outras complicações devido à intensidade da queda.

Temas relacionados:
– Saiba como proteger o coração durante jogos de futebol
– Os perigos da obesidade infantil: do problema à prevenção

Palpitações no coração

Sentir como se o coração estivesse a ponto de sair do peito, provavelmente, significa um sinal de arritmia cardíaca. Na lista das possíveis causas, podemos destacar as emoções fortes (repentinas ou não) e o estresse.

Doenças isquêmicas do coração também podem aparecer. O risco maior está ligado ao surgimento de problemas graves como a falência cardíaca e a fibrilação.

Tosse noturna

A tosse noturna pode surgir se o coração não trabalha de forma adequada quando nos deitamos à noite na posição horizontal sendo possível aumentar o retorno do sangue para os pulmões, elevando a congestão pulmonar que causa a tosse.

Por isso, se você estiver sofrendo desse quadro constantemente, é importante procurar ajuda médica. Além disso, se não estiver relacionado à doença, é possível que seja sinal de outros problemas de saúde, como: alterações pulmonares, refluxo gastroesofágico e outras complicações.

Ganho de peso injustificado

Se você está ganhando peso sem um motivo específico, é necessário dar atenção a isso, pois é possível que esteja sofrendo com alguma doença do coração. Além disso, o sintoma sempre surgi em casos mais graves nos pacientes que são portadores de cardiopatia séria, como insuficiência cardíaca.

Isso acontece, porque os portadores sofrem de retenção líquida, pois o coração não consegue manter o bombeamento adequado de sangue. A deficiência do músculo cardíaco acaba dificultando que o volume adequado de sangue seja filtrado pelos rins, causando a concentração de líquidos no corpo. Dessa forma, o paciente começa a ganhar peso sem motivo.

Ir ao banheiro constantemente à noite

Urinar com frequência durante à noite, não é muito comum. Isso pode ser um sinal de doenças cardiovasculares, pois é uma consequência do inchaço nos pés ou pernas. Ao deitarmos, é possível que o líquido acumulado nas pernas retorne ao sangue e seja eliminado pelos rins, por isso a vontade de urinar é constante na hora de nos deitarmos.

Apesar disso, o sintoma pode ser indicação de outra complicação de saúde, como problemas na próstata, diabetes e até mesmo o uso de medicação diurética.

Gengivite

Por incrível que pareça, a gengivite pode causar problemas cardiovasculares, pois a doença periodontal provoca inflamações em diversos parte do nosso organismo, sendo possível gerar gordura nas paredes dos vasos sanguíneos.

Por isso, é fundamental cuidar da saúde bucal para evitar outros problemas mais graves.

Calvície

Isso pode acontecer com qualquer pessoa, no entanto, dificilmente a maioria delas não associam a calvície com problema do coração. Os pacientes que sofrem de calvície do tipo coroa, no qual o cabelo cai apenas no topo da cabeça, o risco é maior de sofrer infartos, pois as artérias coronárias podem ser prejudicadas.

No entanto, é preciso estar atento, pois a calvície na maioria das vezes pode ser apenas genética.

Exercícios que podem melhorar o funcionamento do coração

Dar atenção aos sintomas é essencial para garantir o bem-estar, assim como saber quais são os fatores de riscos. Além disso, procurar esportes que ajudam a melhorar o funcionamento do coração pode contribuir bastante nesse processo.

Por isso, é importante saber quais são exercícios mais indicados para evitar qualquer doença e garantir um coração saudável. Movimente sempre o corpo, pois assim o órgão trabalha de forma mais eficiente, o sangue fluir melhor e as artérias e vasos ficam mais flexíveis e saudáveis. Os principais esportes são:

  • Corrida;
  • Caminhada ao ar livre;
  • Caminhada na esteira;
  • Dança;
  • Natação.

Algumas dicas rápidas para se prevenir de doenças no coração:

– Procure o médico especialista, ou seja, visite o cardiologista sempre que puder. Ele será o profissional responsável pela prescrição e a interpretação dos exames de saúde que servem para comprovar a tendência ou a existência de patologias hereditárias ou causadas por hábitos nada saudáveis.

– Cuidado com o que você come e com o que você bebe. Evite alimentos ricos em gordura porque eles entopem as vias sanguíneas, impedindo a passagem do sangue para o coração. Troque as comidas rápidas pelas frutas e verduras. Não exagere nas massas e busque ficar bem longe de enlatados como a salsicha e as carnes em conserva.

– Pratique exercícios físicos para fortalecer a musculatura do coração e ajudar o órgão a levar mais sangue para o resto do corpo.

É sempre importante cuidar da saúde do coração, assim, é possível evitar que doenças do coração prejudiquem o seu bem-estar. Por isso, sempre que começar sentir sintomas parecidos com esses, consulte um médico para verificar como está a saúde do seu coração, pois é dos órgãos mais importantes do corpo.

Gostou da matéria? Esperamos que sim, nós procuramos sempre criar os melhores conteúdo para ajudar você a cuidar da sua saúde de forma adequada.

Então está na hora de conferir o nosso material exclusivo sobre colesterol. Nele, é possível encontrar várias informações sobre as s piores doenças causadas pelo colesterol alto, os alimentos que devem ser substituídos na sua dieta e muito mais! Para acessar o conteúdo completo, basta clicar aqui.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta