Tudo o que você precisa saber antes de fazer a vasectomia

A vasectomia é um procedimento cirurgico simples que evita a gravidez na mulher após mantêr relações sexuais
Compartilhe:

Vasectomia. Um procedimento simples, rápido e eficaz para a contracepção masculina. Mas ainda assim é cercado de muitas dúvidas, tanto dos homens quanto das mulheres, e visto com certa desconfiança no que diz respeito à boa performance na vida sexual dos homens.

Vem com a gente no artigo de hoje para aprender alguns fatos importantes sobre o procedimento. Está preparado? Vamos em frente!

Você pode se interessar por:

– Saúde do homem: doenças que mais afetam os papais

Entenda o que é a vasectomia

É o nome do método mais efetivo de contracepção masculina, com uma taxa de sucesso perto dos 100%. A vasectomia é uma cirurgia simples, que esteriliza o homem de modo definitivo, impedindo que os espermatozóides sejam liberados na ejaculação. 

Para entender como funciona a cirurgia, é preciso compreender primeiro como funciona a anatomia do sistema reprodutivo. Os espermatozoides são produzidos nos testículos e ficam armazenados até ficarem maduros em uma estrutura chamada epidídimo.

Pois bem, esta estrutura é ligada à vesícula seminal por dois tubos finos, que são chamados de canal deferente. A próstata e a vesícula seminal produzem o sêmen, que é o líquido da ejaculação. 

A vasectomia na prática

A cirurgia funciona assim: com uma interrupção no canal deferente, os espermatozóides não se juntam mais ao sêmen no momento da ejaculação. O que sai é apenas o líquido.

O procedimento é feito em consultório, por um urologista ou andrologista, com anestesia local e dura em torno de 15 minutos. O corte é uma incisão minúscula na bolsa escrotal para expor o canal deferente. Depois que as pontas forem cortadas e suturadas, a cirurgia é finalizada.

Há alguns aspectos a serem observados antes de tudo. O homem precisa ter 2 filhos ou ter mais que 25 anos de idade para poder se submeter à cirurgia. Exames de sangue e coagulação podem ser podem ser solicitados. E também passar pelo serviço social – caso a cirurgia esteja sendo feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS) – ou por um profissional de psicologia, para se certificar de que a decisão foi tomada racionalmente.

 

Recomendações médicas após a vasectomia

  • A alta é depois de alguns minutos, com repouso recomendado por dois ou três dias;
  • O paciente pode tomar banho depois de 24 ou 48 horas – a depender da indicação do médico;
  • Retorno ao trabalho após 5 dias;
  • Prática de atividades físicas deve levar no mínimo 1 semana; 
  • Pode haver desconforto no local, mas é aliviado facilmente com analgésicos.

Apenas o médico pode orientar os cuidados, cada caso é único.

Quanto à vida sexual, que é o grande tabu em torno da vasectomia, o paciente pode retomar às atividades sexuais depois de 6 ou 7 dias, sem nenhum tipo de sequela física. Pode ser que ainda haja espermatozóides no esperma, então são necessárias cerca de 20 ejaculações para limpar o canal completamente.

Depois de três meses, é recomendável fazer uma avaliação de sêmen para se certificar que não há mais espermatozóides. Se confirmado, o paciente pode ser considerado estéril. A taxa exata de eficácia da vasectomia é de 99,8%. 

Reações adversas

A vasectomia é uma cirurgia simples e de baixíssima complexidade. Nos primeiros dias é comum observar sangue no esperma, inchaço na bolsa escrotal e desconforto no local.

Pode haver sensação de peso na bolsa escrotal devido ao acúmulo de espermatozoides. No entanto, a produção começa a reduzir após algumas semanas e o corpo passa a absorver os que já existem, e a sensação desaparece. 

5 mitos sobre a vasectomia que você precisa saber

  1. Não causa impotência sexual;
  2. Não afeta a libido;
  3. Não há risco aumentado de desenvolver câncer;
  4. Não aumenta o risco de doenças do coração;
  5. Não protege contra as ISTs – Infecções Sexualmente Transmissíveis, portanto o uso de preservativo nas relações continua sendo recomendado.

Pode reverter?

Sim, porém é mais complexo. A fertilidade depende de muitos fatores – estilo de vida, idade, qualidade de espermatozóides e também fatores da parceira. E no paciente vasectomizado, quanto mais tempo de operado, menores as chances de sucesso com a reversão. 

Gostou do nosso conteúdo? Nele, você viu que a vasectomia não precisa ser temida. É uma cirurgia rápida e simples para a contracepção masculina, com quase 100% de eficácia. E já que o assunto é saúde do homem, nós temos um conteúdo especial sobre isso. Baixe gratuitamente clicando no link abaixo:

banner-saude-do-homem

 

Compartilhar