Vacina tetravalente: saiba como ela protege contra a gripe

A chamada vacina tetravalente é a melhor solução para imunização contra doenças como a influenza
Compartilhe:

Calafrios, dores de cabeça, tosse e febre. Estes são apenas alguns dos sintomas – inconvenientes – da gripe causados pelo vírus Influenza no organismo das pessoas. Mesmo que você já tenha ficado gripado mais de uma vez na vida, quem te ajuda a amenizar os impactos da doença é a vacina tetravalente.

Continue a leitura do artigo para saber mais como ela funciona e por que é importante tomar.

Você pode se interessar por:

– Vacinas: entenda a importância da imunização

– Vacinas para viajar: descubra quais delas não podem faltar antes de embarcar

– Vacina contra o sarampo: quais os riscos de não se imunizar? Descubra!

Vacina tetravalente: o melhor remédio contra a gripe

Prevenção é sempre a palavra-chave quando falamos de saúde. E a imunização contra diferentes doenças tem como objetivo justamente isso: evitar que a doença se instale ou que, se ocorrer, ninguém morra em decorrência dela.

Pois bem, a vacina da gripe, como é conhecida, atende pelo nome técnico de vacina tetravalente. E é indicada prioritariamente para:

  • adultos com mais de 50 anos; 
  • crianças entre 6 meses e 5 anos;
  • pessoas de 5 a 50 anos de idade que tenham contato com idosos ou portadores de doenças cardíacas, pulmonares, diabetes, disfunção renal, hemoglobinopatias ou imunossupressão; 
  • trabalhadores da área da saúde; 
  • grávidas; 
  • indivíduos que queiram diminuir o risco de Influenza; 
  • viajantes para áreas de alta incidência do vírus;
  • indivíduos com maior risco de infecções respiratórias.

Os vírus, de maneira geral, são microorganismos que se adaptam constantemente para continuar existindo. Essas linhagens recebem o nome de cepas, que contém pequenas, porém importantes variações. Elas são o resultado de mutações do vírus Influenza. Por esse motivo a vacina tetravalente aparece anualmente no calendário de vacinação nacional. É importante se vacinar para não dar margem às versões graves de uma doença comum, como a gripe, apareçam e se espalhem entre as pessoas.

Raio-X da vacina tetravalente

É uma vacina inativada, composta pelas proteínas de diferentes cepas do vírus Influenza. Elas são definidas todos os anos de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), que realiza a vigilância nos hemisférios Norte e Sul. 

As cepas vacinais são cultivadas em ovos embrionados de galinha e é por isso que as vacinas contêm traços de proteínas do ovo.

Há dois tipos de vacina para Influenza. A trivalente, com duas cepas de vírus A e uma cepa de vírus B. E a vacina quadrivalente, com duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B. A eficácia varia de 70% a 90%.

As doses devem obedecer os seguintes critérios:

  • De 6 meses a 9 anos: duas doses na primeira vez em que forem vacinadas (primovacinação), com intervalo de um mês e revacinação anual;
  • Maiores de 9 anos, adolescentes, adultos e idosos: dose única anual;
  • Menores de 3 anos  a dose é de 0,25 ml e para os maiores é de 0,5 ml.

As únicas contraindicações da vacina tetravalente são alergia grave (reação anafilática) a algum componente da vacina ou à dose anterior.

Efeitos adversos que pode ser sentidos:

  • dor, vermelhidão e endurecimento no local por até 48 horas;
  • febre, mal-estar e dor muscular por até 12 horas e mais comum quando se trata da primeira dose;
  • reações anafiláticas são raras.

Leia também:

– Saiba porque não tomar vacina pode ser perigoso para a saúde da criança

Gostou do nosso conteúdo? Com ele você pode aprender como a vacina tetravalente atua no sistema imunológico para te proteger contra o vírus da gripe e também viu as recomendações necessárias para tomar as doses.

Na Santo Remédio tem a Sala de Vacina, um ambiente seguro e confortável para realizar imunização. Confira aqui em quais lojas este serviço é oferecido.

E já que o assunto é imunização, nós temos um material exclusivo sobre o assunto. Clique no banner abaixo para acessar gratuitamente:

Infográfico com passos fundamentais para você levar uma vida saudável com vacinas

Compartilhar