Saiba os benefícios de doar sangue: Veja quem pode e 6 motivos para começar

como doar sangue: Saiba os benefícios de doar sangue: Veja quem pode e 6 motivos para começar

O sangue é responsável por transportar substância que são muito importantes para o organismo do ser humano, além de centralizar as defesas do sistema imunológico. Por isso, quando fazemos uma doação, estamos ajudando a salvar diversas vidas.

As bolsas de sangue são abastecidas por doadores, que contribuem para a realização de muitas cirurgias e outros procedimentos. No entanto, com a falta de doação, muitos desses processos podem ser cancelados. Por essa razão, é bastante importante a doação de sangue.

Além disso, existem vários benefícios para quem é doador de sangue. Então, se você ainda não é um doador, nós, da Santo Remédio, vamos listar motivos para se tornar um. Confira abaixo!

Leia também:
– Alergia a medicamentos: porque acontece e como identificar
Vitaminas para idosos: confira quais são as mais importantes

Quem pode e quem não pode doar sangue

Antes de tudo, é preciso saber quem são as pessoas que podem ou não doar sangue.

Indivíduos que tenham entre 16 e 69 anos, pesando no mínimo 50 kg, que estejam bem alimentados (não ter consumido comidas gordurosas antes de doar e ter se alimentado duas horas antes), podem realizar a doação.

No caso de menores de 18 anos, eles precisam do consentimento do responsável, e apresentar documentos necessários. Além disso, a pessoa deve estar bem descansada, tendo dormido pelo menos 6 horas durante as últimas 24 horas.

No entanto, existem algumas condições que são consideradas impeditivas para realizar a doação, sendo elas:

  • gripes e resfriados;
  • gravidez;
  • consumo de bebida alcoólica 12 horas anteriores à doação;
  • tatuagem ou piercing feitos nos últimos doze meses.

Já pessoas que tiveram hepatite depois dos 11 anos e usaram drogas ilícitas injetáveis, são impedidas definitivamente de se tornar um doador de sangue.

Razões para doar sangue com frequência – 6 benefícios para começar

1. Uma doação de sangue pode salvar até 4 vidas

Uma bolsa de sangue é equivalente a 450 ml doados, ela pode ser usada em até quatro pessoas. Quando doado, o sangue ainda passa por uma examinação para saber se não existe nenhuma doença presente.

Apesar de ser um ato simples, essa ação ajuda diversas pessoas que estão precisando de sangue nos hospitais.

2. O doador tem direito a um dia de folga no trabalho

Talvez você não saiba, mas quem é doador de sangue tem direito a um dia de folga do trabalho. Ou seja, aqueles que doam sangue têm um dia descanso, essa folga é dada a cada 12 meses trabalhados, mas é preciso comprovar a doação.

Esse direito está amparado pela lei, que está de acordo com os termos previstos no Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943 (Consolidação das Leis do Trabalho).

3. Não há risco de contrair doenças na doação de sangue

Algumas pessoas têm receio de fazer a doação, pois temem por contrair alguma doença durante o processo. Isso é considerado uma dúvida bastante frequente entre as pessoas, mas pode ficar tranquilo porque esse é um procedimento rápido e seguro.

O material que é utilizado na doação de sangue é esterilizado e descartado. Dessa forma, não há risco de contrair qualquer tipo de doença durante os procedimentos.

4. Seu organismo repõe rapidamente o sangue doado

“Mas se eu doar vou ficar sem sangue no organismo?” Claro que não! Assim que a doação de sangue é feita, em 24 horas seu organismo repõe o sangue que foi doado.

O ser humano adulto, seja masculino ou feminino, possui em média 5 litros de sangue no corpo. Normalmente, são coletados 450 ml de sangue durante o processo, ou seja, menos de 10% é retirado do organismo. Além disso, o volume de sangue é reposto em um dia.

5- A doação de sangue não faz ninguém engordar ou emagrecer

A doação de sangue não interfere em nada no peso do doador. A quantidade de sangue retirada é de 450 ml, isso não reduz e nem aumenta o peso da pessoa. É apenas um mito.

6. Ajudar outras pessoas faz bem para você também

Doar sangue é uma opção voluntária e altruísta. Tanto quem recebe quanto quem doa sangue é beneficiado. Pois afeta positivamente o autor dessa solidariedade.

Quando doamos sangue, ajudamos diversas pessoas que estão necessitando. Por isso, faça a doação com o único objetivo de ajudar quem realmente precisa, sem ter a intenção de outros fins ou benefício próprio. Doar sangue é doar vidas, essa ação oferece esperança para outras pessoas.

Agora que você já conhece os motivos para ser um doador frequente, sabe quem pode ou não doar sangue, compartilhe com seus familiares e amigos essa ideia. Porque assim, é possível salvar milhares de vidas com uma simples atitude, pois esse gesto vale a própria vida para quem recebe.

Esse conteúdo foi útil? Esperamos que sim! A Santo remédio procura trazer as melhores informações para você viver bem. Por isso, não deixe de conferir nosso material sobre Doenças de pele: conheça as mais comuns e saiba como se prevenir

Compartilhar

Deixe uma resposta